22 pessoas foram detidas em Cabo Frio por cobrar estacionamento nas ruas da cidade

A Secretaria de Mobilidade Urbana, por meio da equipe de Fiscalização de Transportes Urbanos cooperou, nesta sexta-feira (3),  junto à Ronda Ostensiva Municipal (Romu) e a Polícia Militar para coibir as ações de flanelinhas nos pontos mais críticos de Cabo Frio. Ao todo, a operação apreendeu 22 pessoas que foram encaminhadas para a 126º DP de Cabo Frio.

A ação visou combater a cobrança ilegal e abusiva de estacionamentos na cidade. As equipes percorreram as regiões de maiores concentrações de flanelinhas, que em determinados lugares cobram até R$ 30 por veículo, incluindo placas de Cabo Frio que não pagam estacionamento no município. Muitos desses veículos ficam parados em locais irregulares e sujeitos a multas. 

“As ações irão ocorrer durante todo o verão, período de maior movimentação de turistas na cidade e que acarreta grande circulação de veículos pelas vias, intensificando o fluxo e gerando procura acentuada por vagas de estacionamentos. A prática ilegal será combatida e quem for pego será preso e encaminhado a delegacia de Cabo Frio”, afirmou o secretário de Mobilidade Urbana, Everaldo Loback.

6 COMENTÁRIOS

  1. E o pedágio na ilha do japonês e nas prainhas do Pontal do Atalaia em arraial quem vai acaba e coibir aquele pedaço absurdo ???

  2. Rapaz, to aqui curtindo essa semana aqui na região dos lagos. Tá sinistro essas cobranças de estacionamentos em Cabo Frio. Se tu for pra praia das conchas, só tem um caminho pra ir, logo, tem uma cancela com cones controlando os carros q querem chegar na praia das conchas, pra vc entrar com seu carro, tem q pagar R$20,00. Absurdo! E vou te falar, essa máfia de estacionamento, tem dedo da prefeitura. Na praia do Pontal do Peró, os caras tiraram xerox daqueles talões q a gente coloca no carro pra poder ficar na vaga. Baixaria total.

  3. estive no pontal do pero nesta segunda e fui cobrado em frente de uma viatura policial que apenas observou a cobrança abusiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here