Bairro Iguaba Pequena recebeu capacitação do curso Comunidades Preparadas

A Defesa Civil de Iguaba Grande realizou, nesta semana, três dias (03, 04 e 05) de capacitação no bairro Iguaba Pequena, por meio do projeto Comunidades Preparadas, que instruiu a população em como atuar em situações de adversidade. A ação aconteceu em parceria com a Prefeitura e o Portal da Defesa Civil, e as aulas foram ministradas pela Coordenadora da Defesa Civil de Iguaba Grande Geusa Lopes, pelo fundador do Portal da Defesa Civil, Denis Veneno e pelo Diretor de Defesa Civil de São Pedro da Aldeia, Marcus Dothavio. Cerca de 20 moradores se inscreveram no curso e ao final receberão um certificado de participação.

Ontem (05) é o último dia do evento, que está acontecendo na Associação de Moradores e Amigos de Iguaba Pequena (AMAIP), uma das apoiadoras do evento: “A nossa Associação é o vínculo da comunidade com o Órgão Público e, por isso, trouxemos esse curso, para preparar nosso bairro”, ressaltou o Vice-presidente da AMAIP, Jorge Pacheco.

Na abertura, Geusa Lopes apresentou a história da Defesa Civil no Brasil e no mundo. Em seguida, Denis Veneno ressaltou em sua palestra, a importância de ter pessoas capacitadas para atuarem em situação de dificuldade. “Quanto mais prepararmos a comunidade, menos danos a cidade vai sofrer. Por serem os mais prejudicados nessas situações, a população deve estar mais preparada”, declarou o fundador do Portal, que na ocasião, disse que a Defesa Civil e o Portal pretendem desenvolver cursos e atividades na cidade.

A Defesa Civil trabalha na prevenção e redução de riscos de desastres e o curso, também, teve a finalidade de preparar a população para o período do mês de dezembro até março que, segundo os agentes da Defesa Civil, é a temporada de anormalidade que aumenta a intensidade da chuva. Foram ministradas palestras sobre acidentes domésticos, noções básicas de primeiros socorros, doutrina da Defesa Civil, animais peçonhentos, manuseio e controle de gás de cozinha, prática de combate a incêndio e ainda, bullying e suicídio.

Dentre os participantes do curso estava a munícipe Osana Valentim, que levou sua filha para aprender junto. “Existem muitas pessoas que não têm esse conhecimento e eu sou uma delas. Eu vim aprender como lidar com situações de riscos domésticos, principalmente. Trouxe minha filha, pois acredito que com essas informações, ela pode salvar até a minha vida”, enfatizou a moradora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here