Cabo Frio altera pontos de vacinação para o Dia D Nacional contra o sarampo no sábado

A Secretaria de Saúde de Cabo Frio participa, no próximo sábado (15), das 9h às 17h, do Dia D Nacional de Vacinação contra o sarampo. Com o tema “Mais proteção para a sua família”, objetivo da nova campanha do Ministério da Saúde é imunizar mais de 3 milhões de pessoas e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) ampliou a faixa etária para indivíduos a partir de 6 meses até 59 anos. A ação federal, iniciada em janeiro, terá outro Dia D estadual no dia 07 de março. A campanha está prevista para encerrar no dia 13. 

A iniciativa faz parte da estratégia do órgão federal para sensibilizar pais e responsáveis sobre a os riscos de não vacinarem os filhos, já que a doença é grave e pode matar. Em Cabo Frio, as unidades que participam do Dia D Nacional são PS Unamar, Florestinha, Botafogo, Vila Nova, Vila do Sol, UBS Praia do Siqueira, Guarani, Centro de Saúde Oswaldo Cruz, Caminho de Búzios, Boca do Mato, Jacaré, Tangará, Departamento de Saúde Coletiva. 

Na semana que vem, em sequência às ações de imunização, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) promove a vacinação móvel. A atividade acontece na Praça de São Cristóvão (17/02); Cajueiro/Peró na Praça do Moinho (18/02); na Praça do Jardim Esperança (19/02) e na subprefeitura de Tamoios (20/02) no Shopping UnaPark. Em todos os locais o horário é das 8h às 13h. 

As iniciativas de vacinação são estratégias do governo federal e estadual para conscientizar a população sobre a importância da imunização. De acordo com a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da SES, em 2020 foram notificados 154 casos de sarampo enquanto em 2019 foram 333 casos da doença. Em 2019, Cabo Frio registrou seis casos suspeitos e apenas dois foram confirmados. Neste ano, não houve notificação.

Segundo dados do Ministério da Saúde (MS), o vírus do sarampo circula no Estado do Rio e a forma mais eficaz de proteção é a vacina, já que sem ela as pessoas ficam expostas a uma doença altamente contagiosa, que evolui para complicações muito graves e pode até levar à morte.

Sobre a doença
O sarampo é transmitido por meio da fala, da tosse e do espirro. Os principais sintomas são mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, tosse, coriza e conjuntivite. A vacina é fornecida pelo Ministério da Saúde e está disponível gratuitamente nos postos de saúde municipais durante todo o ano, conforme prevê o calendário nacional de imunização.

Contraindicações
Pessoas com suspeita de sarampo, imunocomprometidas, gestantes e crianças com menos de seis meses não devem receber a vacina. Alérgicos à proteínas do leite de vaca devem informar a condição ao profissional de saúde no posto de vacinação para que recebam a dose feita sem esse componente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here