Câmara de Arraial do Cabo avalia revogar decreto de corte de salários

Os vereadores de Arraial do Cabo se posicionaram em maioria contra o decreto nº 2933 emitido pelo prefeito Renatinho Vianna (PRB), no último dia 31 de julho.

A medida reduz o salário dos funcionários comissionados em 20%. Os parlamentares consideraram a proposta desumana, por contrariar a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), ao suprimir direitos, como por exemplo: as gratificações, adicionais de insalubridade, de periculosidade, 1/3 de férias, pagamento de horas extras, entre outros benefícios adquiridos que foram desconsiderados pelo Executivo.


A Câmara quer entender os reais motivos que levaram o Poder Executivo a tomar essa atitude sem antes consultar o Legislativo, sendo este, o responsável por deliberar a respeito das questões orçamentárias.

Na quinta-feira, dia 08, o presidente da Casa, Thiago Félix (PSC) propôs a derrubada do decreto.

“Nós não podemos nos omitir a isso. São famílias que terão a vida financeira afetada. A Câmara representa o povo, e portanto, lutamos a favor da população. Nossos servidores não podem sofrer com os equívocos de uma má gestão”, destacou.

A matéria foi a plenário, e a pedido de vista do vereador Arizinho (PV), o tema será votado somente na sessão da próxima terça-feira, dia 13, a fim dos edis analisarem detalhadamente a determinação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here