Concessionária de água monta força-tarefa para ajudar cinco municípios da região afetados pela chuva

 

As fortes chuvas que caíram sobre a Região dos Lagos nos últimos dias provocaram alagamentos e deslizamento de terra em diversas localidades. Desde a primeira tempestade, na última quarta-feira, que se intensificou na sexta e sábado, a Prolagos se colocou à disposição dos cinco municípios da área de concessão a fim de minimizar os impactos e restabelecer a normalidade. Foi necessário aumentar o contingente de plantonistas, sobretudo da parte eletromecânica e encanadores. A concessionária também precisou montar uma força-tarefa para manter os sistemas de água e esgoto operando normalmente e, ainda, recuperar algumas unidades, como lojas de atendimento que foram danificadas. Em nenhum momento houve interrupção dos serviços.

Além da pronta resposta operacional, a Prolagos ofereceu ajuda humanitária através da doação de insumos como cestas básicas, kits de higiene, colchonetes ou qualquer outro item apontado pelos municípios. “Estamos em contato direto com prefeitos e secretários de todos os municípios, acompanhando os trabalhos e contribuindo com o que for possível na recuperação das cidades. Nossas equipes estão atuando intensamente nas mais diversas frentes, seja em apoio às cidades ou nas nossas operações”, explicou o diretor presidente Sérgio Braga.

Ao todo, 12 caminhões de sucção a vácuo estão nas ruas da região, alguns emprestados aos municípios e outros a serviço da concessionária, fazendo a desobstrução das redes de drenagem e de esgoto. Entre os equipamentos disponibilizados aos municípios estão bombas submersíveis, caminhões de sucção, retroescavadeiras e caminhões.

Em Arraial do Cabo, um dos mais impactados, equipes de apoio estão permanentemente à disposição da prefeitura. Foram disponibilizados 3 caminhões de sucção para desobstruir a rede de drenagem e, consequentemente, escoar a água que estava alagando ruas e casas, além de bombas de pequeno e grande portes. Todos os equipamentos estão à disposição da secretaria de Serviços Públicos. Para o município de Cabo Frio foi feita a cessão de um caminhão de sucção a vácuo, com dois colaboradores, para auxiliar as ações da Secretaria de Obras e Serviços Públicos. Além disso, foram entregues à Secretaria de Assistência Social do município a doação de cestas básicas, colchonetes e kits de higiene.

O município de Iguaba Grande solicitou um caminhão à vácuo, assim como São Pedro da Aldeia, para onde também foi cedido uma retroescavadeira para abertura de valas nos locais mais alagados, como Rua do Fogo e Flexeira. Foi entregue ainda uma bomba de esgotamento para desalagar valas e covas do cemitério.

Ações de contingência nos sistemas de água e esgoto

A concessionária preparou um plano de contingência nos sistemas de água e esgoto para que a operação não ficasse prejudicada. Na Estação de Tratamento de Água (ETA), em São Vicente de Paulo, em Araruama, foi intensificado o monitoramento da água bruta através análises no laboratório (cor, turbidez e PH). Uma equipe de eletromecânica permanece de plantão 24 horas na unidade para atuar em possíveis emergências. Em função da instabilidade da energia elétrica, foram adquiridos componentes elétricos como soft start e inversores de frequência prevendo queimas de equipamentos por descarga elétrica.

No Centro de Controle Operacional (CCO), as equipes acompanham em tempo real as pressões nas adutoras e nas redes de distribuição, além das vazões e níveis de reservatórios. Por meio do software israelense TaKaDu é possível antecipar ocorrências fora do padrão e agir preventivamente. Um operador volante percorre toda a extensão rural das adutoras com enfoque maior em pontos com declividade e possibilidade de erosão pelas chuvas, que podem provocar rompimento das tubulações.

Durante todo o período de chuva o sistema de esgotamento sanitário permaneceu operando normalmente e em carga máxima para auxiliar a drenagem pluvial. Foram disponibilizadas equipes extras para limpezas nas Estações Elevatórias de Esgoto, desobstrução das redes coletoras de esgoto e poços de visita (PVs), que estão recebendo grande quantidade de areia. Operadores volantes de esgoto fazem as limpezas emergenciais em gradeamentos, nas estações de tratamento de esgoto e válvulas flap. Há ainda controle rigoroso dos níveis de comportas, com monitoramento por telemetria (imagem e sensor de nível), além do acompanhamento visual por meio de um operador volante.

Unidades impactadas

Assim como parte da população, a concessionária também contabilizou prejuízos, como a perda parcial do telhado e da calha da sede, em São Pedro da Aldeia, que teve algumas salas molhadas. O mesmo aconteceu com a loja de Atendimento de Cabo Frio, que ficou alagada após perder parte da telha e ter o forro destruído. No local também funciona o Call Center, que precisou ser transferido para a sede. A unidade passou por reparos emergenciais durante o fim de semana e outras ações serão feitas ao longo da próxima semana. As lojas de Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia também passarão por obras. Apesar dos contratempos, todas as lojas de atendimento abrirão normalmente nesta segunda-feira, das 8h às 17h30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here