Em greve, funcionários dos Correios protestam no Centro de Cabo Frio

Fotos: Franklin Britto

Funcionários dos Correios do Brasil iniciaram greve no último dia 11, pois em Cabo Frio a história não foi diferente. Na manhã desta sexta-feira, dia 13, funcionários estão se manifestando e realizando panfletagem dos trabalhadores, em protesto, em frente a agência do Largo Santo Antonio, em Cabo Frio.

Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial, com reposição da inflação no período, e permanência de 45 cláusulas que a empresa estaria querendo retirar, constantes no último acordo coletivo. A empresa oferece reajuste de 0,80%.

A categoria também é contra a privatização da estatal, que foi incluída no programa de privatizações do governo federal no mês passado.

“Nós trabalhadores dos Correios pagamos nossa inscrição em concurso público, fomos aprovados na seleção e em exames médicos criteriosos. Aguardamos ser convocados e fomos fazer toda a contratação na capital do Rio de Janeiro com muitos outros aprovados. Não pedimos emprego a ninguém, não nos submetemos a vontade de políticos regionais como é prática de prefeituras do interior. Fomos aprovados, e a anos trabalhamos no sol, na chuva com um volume enorme de encomendas. E, em 2019, a gestão quer que aceitemos esse absurdo que é a retirada de muitos benefícios conquistados a décadas, aqui tem resistência. Nada contra quem não pode lutar pelos seus direitos, só nos deixem lutar pelos nossos”, diz Franklin, funcionário da empresa de Cabo Frio.

Nesta sexta-feira, dia 13,  o PSOL de cabo Frio também se manifestou a favor da greve.

“Pela primeira vez, a paralisação foi aprovada simultaneamente na base dos 36 sindicatos da categoria de todo o país. O PSOL Cabo Frio apoia a greve!”, afirma o partido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here