Escolas de Macaé realizam a Semana de Educação Inclusiva com programação virtual

A Semana de Educação Inclusiva está movimentando as escolas municipais de Macaé. O Colégio Municipal Ancyra Gonçalves Pimentel (Miramar) promoverá nesta terça-feira (22) e quarta-feira (23) a Semana de Inclusão Virtual, às 9h e 14h, pelo link https://meet.google.com/hmc-vtkz-fnv. A programação também vai destacar o Dia Nacional do Surdo, cuja data é celebrada em 26 de setembro e o Dia Internacional do Surdo, lembrado em 30 de setembro. Com o tema “Inclusão Social e os desafios contemporâneos – Evoluções para uma sociedade em pandemia”, a Semana Virtual do Ancyra será direcionada aos 759 alunos, profissionais de ensino e toda comunidade.

Este ano, a Semana de Inclusão será realizada através do sistema remoto com debates e apresentações de projetos de inclusão realizados junto aos alunos, turmas regulares e salas de recursos multifuncionais. Cada espaço escolar vai realizar a programação conforme agenda pedagógica. A proposta é tratar da inclusão, não apenas pela atenção às necessidades educacionais específicas e acessibilidade, mas pelo fortalecimento dos educadores no exercício da profissão e comunidade escolar.

A abertura será nesta terça-feira (22), às 9h, com reflexões sobre o tema “ Surdez”, com a participação da equipe gestora da unidade, Luciano Pires (presidente do Centro de Surdos de Macaé), com a palestra “Sonho Real” e Aline Frazão de Melo, profissional de Libras e mãe de aluna, que vai apresentar a temática “Tenho uma filha surda, e agora?”, além da Superintendência Integrada da Secretaria de Educação, Janaína Pinheiro. Já no turno da tarde desta terça-feira a abordagem será “Perspectiva Profissional na Inclusão” com Claudiane Ribeiro, da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) e Dayane Santos Cruz, representante do programa Nova Vida.

Na quarta-feira (23), a Semana de Inclusão Virtual prosseguirá, a partir das 9h, com o presidente do Conselho da Pessoa com Deficiência, Ildemar Miranda e representante da equipe de Inclusão da rede municipal, Garrolice Alvarenga. Os dois, respectivamente, vão tratar de deficiências como auditiva e visual. Já no decorrer da tarde, haverá roda de conversa para os profissionais da escola conduzida pelas equipes das salas de recursos e Atendimento Educacional Especializado (AEE). O tema será o acompanhamento dos alunos das salas de recursos durante o ensino remoto.

A oportunidade contará com diálogos da intérprete de Libras Cristiane Dantas, que vai destacar “Conceitos importantes para o entendimento de Libras” e Cristiane Queiroz, que atua como AEE e vai abordar “O histórico do ensino de Libras”. A expectativa é que as famílias dos alunos também se envolvam nos debates online.

Inclusão

A rede municipal conta com 56 salas de recursos, ambientes específicos de atendimento da Educação Inclusiva e uma média de 1.200 alunos com laudos específicos são atendidos na Educação Especial. Mas existem ainda estudantes em processo de avaliação (parecer pedagógico do professor do Atendimento Educacional Especializado (AEE) ou laudo clínico. O atendimento a esse público vem sendo garantido durante a suspensão das aulas com conteúdos no blog www.educacaonaopara.com, na aba “Educação Inclusiva”, e no instagram (@educacaosocioemocionalmacae) com dicas de como trabalhar com habilidades socioemocionais junto aos estudantes, informações específicas e atividades simples para serem realizadas em família.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here