Feminicídio: homem é acusado de matar e forjar suicídio da mulher em Arraial do Cabo

Agentes da polícia civil investigam um caso de feminicídio ocorrido na madrugada desta quarta-feira, dia 14, em Arraial do Cabo.

De acordo com a ocorrência registrada na 132ªDP, o pedreiro Pedro Mariano dos Santos, de 40 anos, forjou o suicídio da esposa, Geliane Alves da Silva, 32, no bairro Boa Vista.

O acusado chegou a levar a mulher para Hospital Geral do município, afirmando que ela havia se enforcado. Profissionais da unidade de saúde estranharam as marcas no pescoço da mulher e entraram em contato com a polícia.

De acordo com o delegado Renato Mariano, enquanto uma equipe da delegacia estava no hospital para apurar as informações, Pedro foi até a 132ª DP para registrar um boletim de ocorrência que comprovasse um possível álibi.

“O Pedro tentou prestar um depoimento, só que a história que ele contou foi que a mulher e ele estavam dormindo, e quando ele acordou a mulher estava dependurada e enforcada”, revelou o delegado titular de Arraial. Ele disse que a mulher se enfornou em um determinado local da casa e uma testemunha com quem ele conversou durante o socorro alegou que o corpo estava em um outro lugar. A perícia constatou que diante das lesões que ela tinha, era impossível ela ter sido enforcada”, alega.

Pedro está preso, mas nega todas as acusações. “Ele nega que matou a mulher, mas afirmamos que era inviável o suicídio e ambos estavam sozinhos na casa”, afirma o delegado.

Legistas também constataram que a mulher foi esganada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here