Grupo protesta e interrompe passeios de barco em Arraial do Cabo

Donos de embarcações protestam e impedem a realização de passeios de barcos no píer do Porto do Forno, em Arraial do Cabo,  na manhã desta segunda-feira (3).

Segundo o grupo, a divergência entre órgãos responsáveis por determinar a capacidade máxima de passageiros de cada embarcação prejudica parte dos trabalhadores.

De acordo com Patrícia Cavalcante, dona de um barco, cerca de 70 pessoas estão reunidas no local e impedem a saída dos barcos. O objetivo, segundo ela, é buscar igualdade, já que há diferença de tratamento entre os donos de embarcações por parte dos órgãos fiscalizadores.

O problema seria a falta de organização e a incompatibilidade dos critérios utilizados para definir as permissões dadas Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICM Bio) e pela Capitania dos Portos.

O caso de Patrícia é um exemplo. O barco dela é liberado pela Capitania para transportar 70 passageiros, enquanto o ICM Bio diz que a capacidade da embarcação é para 30 pessoas.

“Nós [donos de barcos] estamos sofrendo com essas fiscalizações. Não é justo alguns barcos terem uma licença maior, sendo que a capacidade do número de pessoas é praticamente a mesma. Queremos trabalhar de acordo com a nossa capacidade”, desabafa Patrícia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here