Homem envolvido no caso João Hélio é preso por suspeita de furto a sítio em Cabo Frio

Um homem de 28 anos envolvido na morte do menino João Hélio em 2007 foi preso na madrugada desta quinta-feira (9) com outros três homens por suspeita de furto a um sítio em Cabo Frio. Ezequiel Toledo da Silva era menor na época da morte da criança e já cumpriu a pena referente ao crime.

Segundo a Polícia Militar, os agentes foram informados que homens haviam furtado diversos objetos do sítio e um dos celulares roubados acusava a sua localização na Rua das Capivaras, em Unamar.

Policiais foram ao local e encontraram dois dos suspeitos com um carro roubado, uma espingarda, televisões, celulares, joias e dinheiro.

Ainda de acordo com a PM, os homens confessaram o furto ao sítio e indicaram a participação de outros dois suspeitos. Os agentes localizaram os outros homens e encontraram armas e objetos furtados do imóvel.

 

Os quatro foram encaminhados para a 126ª Delegacia de Polícia de Cabo de Frio e posteriormente à 127 DP de Armação dos Búzios, a central de flagrantes, onde todos ficaram presos.

De acordo com o delegado Allan Duarte os suspeitos vão responder por dois roubos triplamente majorados (roubo com concurso de pessoas, emprego de arma de fogo e restrição da liberdade das vítimas) e porte ilegal de arma. Ainda segundo o delegado, o grupo pode pegar até 26 anos de prisão.

Envolvido no caso João Hélio

João Heílio morreu em 2007 após ter sido arrastado no subúrbio do Rio de Janeiro durante um assalto. O menino ficou preso pelo cinto de segurança do carro da família.

Ezequiel era o único menor envolvido na morte da criança e já cumpriu a pena referente ao crime.

Ele foi apreendido pouco depois do crime e cumpriu três anos de medida socioeducativa. Em 2011, o suspeito passou para o regime de semiliberdade em um Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (CRIAAD) e já cumpriu a pena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here