MPRJ cumpre mandados de busca e apreensão em endereços de ex-secretário de Arraial do Cabo

Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), realiza operação, nesta quinta-feira, dia 12, com apoio da Polícia Civil, para cumprir mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-secretário de Ordem Pública de Arraial do Cabo Marcio Veiga de Oliveira, conhecido como Márcio Galo.

Ele foi denunciado por exigir pagamento ou vantagem indevida para a realização de evento na cidade. A Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ) apoiará o cumprimento dos mandados.


De acordo com a investigação, o então secretário de Ordem Pública Márcio Galo exigiu R$ 2 mil de um empreendedor para conceder o “nada opor” para a realização de um evento na cidade. Diante da negativa em pagar o valor, o secretário afirmou que concederia a autorização com a condição de que a equipe de segurança do evento deveria ser indicada por ele, pelo valor de R$ 2 mil.


O Juízo da Vara Única de Arraial do Cabo recebeu a denúncia por concussão contra Márcio Galo, deferindo, ainda, mandados de busca e apreensão nos endereços do denunciado.


Marcio Galo se posicionou hoje pela manhã. “Bom dia amigos, hoje fui surpreendido por uma operação do GAECO em minhas residências com o objetivo de apreender o meu celular, informo que estou em São Paulo numa viagem de negócios. Meu celular não foi apreendido pois como já disse estou em viajem, mas levaram meu cofre com duas armas dentro, chegando tomaremos as medidas cabíveis, entregando o celular a autoridade policial e me reiterando dos fatos” – afirmou o ex-secretário. 


Em nota, a Prefeitura de Arraial do Cabo informou que o Prefeito Renatinho Vianna concede autonomia a cada secretário nomeado para trabalhar com o setor designado objetivando uma gestão pública que atenda as demandas da cidade. Caso algum secretário apresente conduta ilegal e/ou imoral deve responder por isso. Márcio Galo foi exonerado em dezembro de 2018 e desde então não tem mais relação alguma com a gestão municipal.

O Prefeito desconhece as ações pelo qual o ex-secretário está sendo investigado e reitera que a Prefeitura se coloca à disposição da Justiça para prestar qualquer esclarecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here