Mutirão no Hospital do Olho realiza recorde diário de cirurgias de cataratas custeadas pelo SUS em São Pedro da Aldeia

O Hospital do Olho Lagos vai efetivar, nesta quarta-feira (3), o recorde diário de cirurgias gratuitas de cataratas, custeadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em um mutirão de atendimentos destinado aos moradores de São Pedro da Aldeia. Ao todo, 40 procedimentos cirúrgicos serão realizados ao longo do dia, atendendo uma das maiores demandas nacionais de saúde pública, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). O prefeito, Fábio do Pastel, esteve no local para acompanhar o início dos atendimentos e conhecer de perto as estruturas da unidade.

Ana Maria da Cunha, de 60 anos, moradora do bairro São Mateus, foi uma das primeiras atendidas pelo mutirão. Ela conta que esperava pela cirurgia há cerca de quatro anos e, hoje, estava agradecida pela qualidade do tratamento recebido. “Fui muito bem tratada por todos os profissionais. Acabei de sair da sala de cirurgia e já consigo enxergar melhor. Só posso agradecer”, disse.

Na ocasião, o prefeito, Fábio do Pastel, ressaltou com os pacientes o sentimento de felicidade por presenciar o momento ímpar na vida deles, que aguardavam a chance de enxergar com mais qualidade. “Vocês estão felizes assim como eu também estou. Sei que todos estão aguardando esse momento por meses ou anos. Sou cidadão e me coloco no lugar de vocês. Essa é a nossa função: cuidar dos nossos moradores com carinho, respeito e dignidade”, acrescentou.

O proprietário do Hospital do Olho Lagos, José Carlos Vieira Romeiro, destacou a importância das parcerias público-privado na saúde pública. “O tratamento das cataratas é uma demanda do país inteiro. Em parceria com o município e com apoio da administração pública, realizamos esses e demais serviços oftalmológicos para a população. A nossa parceria satisfaz a todos”, disse.   

Desde janeiro, já foram realizados 112 procedimentos gratuitos voltados apenas à doença. “O ponto mais importante para o município é a facilitação do atendimento aos nossos moradores, que não precisam mais ir até a capital do Estado para receber esses procedimentos. Estamos trabalhando em parceria com o hospital, que é uma referência em qualidade, para proporcionar mais qualidade à população”, pontuou o secretário adjunto municipal de Saúde, Marcelo Almeida Fonseca.

O Hospital do Olho Lagos é conveniado ao Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade atende todos os tipos de cirurgias oftalmológicas, como descolamento de retina, vitrectomia posterior, cirurgia refrativa à laser, cirurgias de catarata e exames para prescrição de óculos, bem como procedimentos mais complexos envolvendo problemas de retina, como estrabismo e glaucoma. 

Como buscar atendimento?

Os aldeenses que precisarem de atendimento oftalmológico devem procurar a Unidade de Atenção Básica (UBS) mais próxima. A rede municipal também disponibiliza atendimento na Policlínica Municipal, localizada na Rua Prefeito Waldir Lobo , s/nº, Morro dos Milagres (anexo ao Pronto-Socorro). O funcionamento dos espaços acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os casos serão analisados e encaminhados para os setores responsáveis, que darão direcionamentos para o hospital.

Catarata

A catarata é definida como qualquer opacificação do cristalino que atrapalhe a entrada de luz nos olhos, acarretando diminuição da visão. As alterações podem levar desde pequenas distorções visuais até a cegueira.

Inúmeros fatores de risco podem provocar ou acelerar o aparecimento de catarata, incluindo medicamentos (esteroides), substâncias tóxicas (nicotina), doenças metabólicas (diabetes mellitus, galactosemia, hipocalcemia, hipertiroidismo, doenças renais), trauma, radiações (UV, Raio X e outras), doença ocular (alta miopia, uveíte, pseudoexfoliação), cirurgia intraocular prévia (fístula antiglaucomatosa, vitrectomia posterior), infecção durante a gravidez (toxoplasmose, rubéola) e fatores nutricionais (desnutrição).

O tratamento clínico, como prescrição de óculos, tem efeito transitório. O tratamento farmacológico é utilizado em alguns países da Europa e por alguns oftalmologistas brasileiros, entretanto não existe efetividade comprovada. A correção cirúrgica é a única opção para recuperação da capacidade visual do portador de catarata senil. (Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here