A Saúde também pode parar em Cabo Frio

Decisão deve sair na segunda-feira (16) às 10 horas da manhã.

Por Redação JS em 12/11/2015 16h53
Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cabo Frio (SINDICAF) Olney Vianna (foto) e o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Cabo Frio (SINDSAÚDE) Gelcimar Almeida (foto), o Mazinho, devido à falta de pagamentos Insalubridades, Risco de vida, Produtividade, Triênio, Adicionais Noturnos e Horas Extras, eles decidirão na próxima segunda-feira (16), se irão paralisar suas atividades. 

Segue a nota abaixo:


COMUNICADO URGENTE!!!!!!

O SINDICAF e o SINDSAÚDE convocam todos os servidores municipais que tiveram seus salários de Outubro/2015 reduzidos, com o não pagamento de Insalubridade, Risco de Vida, Produtividade, Triênio, Adicional Noturno e Hora Extra, a comparecerem à Secretaria de Administração na próxima 2ª Feira (16/Novembro) às 10 horas, para juntos buscarmos uma forma de recebimento das parcelas salariais, que foram subtraídas indevidamente pela Prefeitura de Cabo Frio.
Contamos com a presença de todos os companheiros prejudicados com tal atitude arbitrária do Governo Municipal.

"A VIDA É UM DESAFIO, SE VOCÊ NÃO LUTAR, NADA VAI CONQUISTAR. - Geter André"

Olney Vianna - Presidente do SINDICAF
Gelcimar Almeida - Presidente do SINDSAÚDE.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada