Apresentações infantis animam o 14º Festival Nacional de Danças em São Pedro da Aldeia

O secretário de Governo, Eronildes Bezerra, acompanhou as apresentações

Por Redação JS em 19/06/2017 13h31
O segundo dia do 14º Festival Nacional de Danças em São Pedro da Aldeia foi marcado pelas apresentações de crianças entre 4 e 10 anos. O público lotou o Teatro Municipal Dr. Átila Costa para assistir as coreografias de clássico repertório, clássico livre/neoclássico, jazz, livre, sapateado e dança folclore. O festival foi uma realização do Studio Fama Escola de Danças em parceria com a Prefeitura aldeense. O secretário de Governo, Eronildes Bezerra, acompanhou as apresentações
 
Diretora Municipal de Cultura, Norma Almo falou sobre o evento. “A agenda do teatro está bastante movimentada e estamos conseguindo atender outras cidades também. Como o teatro de Cabo Frio estava fechado, nós abrimos as portas com todo carinho para a realização do Festival Nacional de Danças aqui em São Pedro da Aldeia. Com o festival, recebemos um público rotativo de cerca de 600 pessoas”, salientou.
 
A programação do dia teve início com as apresentações do clássico repertório e contou com coreografias não competitivas do Studio Cíntia Neto e Studio Fama. Na manhã do último sábado (17), segundo dia do evento, foram apresentadas as categorias infantil A, de 4 a 6 anos, e infantil B, de 7 a 10 anos.  Os solos, duos e trios tiveram dois minutos de coreografia e os grupos três minutos para a apresentação.
 
De acordo com a diretora do Studio Fama, Fernanda Kury, o festival contou com 80 coreografias infantis, 61 grupos inscritos e um total de 700 bailarinos na cidade. “Essa é uma edição especial do Festival Nacional de Danças e São Pedro da Aldeia nos recebeu super bem. Estamos perguntando aos participantes como está sendo a reação e só temos ouvido elogios. O Teatro Municipal é maravilhoso e o governo municipal nos recebeu de uma maneira incrível, o que fortalece ainda mais o evento”, afirmou.
 
Como premiação, foram entregues troféus para as três primeiras colocações de grupos e medalhas para o 1º, 2º e 3º lugar de solo, duo e trio.  Nos casos de apenas um concorrente em determinada categoria e modalidade, a premiação seguiu o parâmetro de média de 9 a 10 para o 1º lugar, 8 a 8,99 para o 2º lugar, e 7 a 7,99 no 3º. 
 
Para Péricles Araújo, diretor do Vértice Studio de Dança, de Volta Redonda, a experiência de participar do Festival Nacional de Danças foi enriquecedora. “Participei do festival quando era mais novo e agora trouxe o meu grupo. Vamos apresentar em torno de 23 coreografias desde clássico de repertório até o contemporâneo. Nós fomos muito bem recebidos aqui na cidade. O Teatro está de parabéns, é um espaço aconchegante e melhor que o anterior”, comentou.
 
As premiações especiais das categorias infantil A e infantil B foram entregues às academias Studio de Dança Ana Lucia Oliveira, Âmbar Escola de Dança, Studio Viviane Teixeira, Vértice Studio de Dança, Carlos Eduardo Escola de Danças, Alicerce do Saber, GAEB, Lions Ballet e Cia Passos de Dança.  

Fotos:  ?Renato Fulgoni

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa