Assessora de Comunicação do Sepe Lagos é agredida e ameaçada

Keetherine foi agredida gratuitamente, na esquina de casa, por um homem de aparentemente 20 anos

Por Redação JS em 03/06/2016 15h45

A jornalista Keetherine Giovanessa, Assessora de Comunicação do Sepe Lagos (Sindicato da Educação), usou seu Facebook, na tarde desta sexta-feira (03), para relatar o episódio em que foi agredida gratuitamente por um individuo que estava em uma bicicleta.


Keetherine tem problemas na coluna e estava ao telefone, próximo de sua casa, quando o homem, que aparenta ter 20 anos, a empurrou e deu um tapa em sua boca. O que mais causou estranheza na jornalista, foi o fato de ela estar caindo com bolsa e um celular na mão e o indivíduo não levar nada, somente a agrediu e fez alguns sinais ameaçando-a, como se tivesse "de olho nela".


A assessora do Sepe disse já tomou providências e aguarda os desdobramentos da lei. Leia seu post na íntegra:


"Ontem, por volta das 14h, fui vítima de uma violência, próximo à minha casa. Saí caminhando devagar, já que estou com problemas na coluna, e atendi meu telefone. Era uma amiga perguntando se eu queria uma carona. Estava na esquina de casa quando um cara - de aproximadamente 20 anos - me empurrou, deu meia parada com a bicicleta e me deu um tapa na boca! Um tapa na boca! O mais estranho é que eu estava cambaleante, quase caindo, ainda com o telefone (IPhone) na mão e ele preferiu dar um tapa na minha boca e fazer sinais me ameaçando. Ele não levou nada. Estava com a bolsa, telefone... Mas o mais importante foi me dar um tapa na boca, fazer sinais me ameaçando e sair.

Eu tinha visto esse cara do outro lado da minha rua, provavelmente olhando o celular e, sinceramente, não tive maldade.

Antes de sair de casa fiz uma postagem na página do SepeLagos (que faço assessoria há anos), almocei e estava à caminho da OAB, onde estou contribuindo para a realização do curso de Empoderamento da Mulher. 

Faço assessoria para o SepeLagos, AFM, sou militante atuante e brigo pelos Meus ideais.
Nada vai me calar! Já tomei as providências necessárias e estou aguardando os desdobramentos da lei. O tapa na boca vai sair caro! A justiça tarda, mas não falha."

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas