Assistência Social de São Pedro da Aldeia participa de “Estudo de Casos” sobre acompa

Principal objetivo é estudar os casos acompanhados pelos equipamentos CRAS, CREAS e abrigos

Por em 28/07/2016 09h50
A Prefeitura de São Pedro da Aldeia promoveu nesta quarta-feira (27) um encontro com toda a equipe técnica da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos para a análise de casos específicos de acompanhamento familiar realizados pelos equipamentos da pasta. Cerca de 30 profissionais participaram do “Estudo de Casos”, incluindo a subsecretária Olívia Sá, a coordenadora da Proteção Básica e Especial, Wânia Arruda, assistentes sociais, psicólogos e representante do Conselho Tutelar. A reunião foi realizada no auditório da Associação Comercial, Industrial, Turística e Agrícola de São Pedro da Aldeia (ACIASPA).

Realizado desde 2014, o “Estudo de Casos” reúne técnicos e coordenadores dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e da Casa de Acolhimento Municipal (CAM), além da Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). A próxima reunião está prevista para novembro.

“Nosso principal objetivo é estudar os casos acompanhados pelos equipamentos CRAS, CREAS e abrigos, além de verificar todo o processo desenvolvido com a rede de saúde, educação, Ministério Público e parceiros, com a finalidade de potencializar as famílias atendidas do município”, explicou a coordenadora da Proteção Básica e Especial, Wânia Arruda.

Para o evento, as equipes das unidades selecionam um caso de acompanhamento familiar em situação de vulnerabilidade para compartilhar e discutir internamente suas ações, dificuldades e os avanços obtidos pela família. Prezando pelo sigilo dos usuários, nenhum nome é citado. Buscando socializar informações, o encontro acontece duas vezes ao ano.

Atualmente, São Pedro da Aldeia conta com seis CRAS localizados nos bairros Alecrim, Balneário das Conchas, Morro do Milagre, Porto da Aldeia, Rua do Fogo e São João, e um CREAS, no centro da cidade, além da Casa de Acolhimento Municipal, no bairro Balneário. Cada unidade é livre para escolher o caso que será discutido no encontro. 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano