Bancos terão que substituir na hora notas falsas sacadas pelos clientes

Por Mateus Moreira em 01/06/2016 10h53

De acordo com o Conselho Monetário Nacional (CMN), a partir da próxima semana os Bancos serão obrigados a substituir imediatamente as notas falsas que forem sacadas eventualmente nos caixas eletrônicos ou conveniados.


Normalmente, os bancos costumavam substituir as cédulas, mas o prazo de troca dependia da relação da instituição com o cliente e não era regulamentado pelo governo. Com essa nova medida, a possibilidade de falsários que queiram aproveitar-se da brecha para trocar cédulas é reduzida porque os bancos têm meios para verificar se o cliente está cometendo fraudes.


A exigência vale apenas para notas sacadas nos caixas eletrônicos ou presenciais. No caso de notas falsas recebidas no comércio, o cliente não tem direito ao ressarcimento e é obrigado, pela legislação, a levar a cédula a qualquer agência para que o banco retenha a nota e a envie ao Banco Central.  

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada