Cabo Frio dá início à elaboração do Plano de Mobilidade Urbana Participativo

Delegados inscritos já passaram por capacitação

Por em 10/11/2017 13h04
Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida em Cabo Frio, a Prefeitura de Cabo Frio deu início à elaboração do plano participativo de mobilidade urbana. E os delegados inscritos para o projeto já começaram a passar por capacitação. Nos últimos dois dias cerca de 100 pessoas participaram de palestras promovidas pela Secretaria de Mobilidade Urbana no salão do Oásis Hotel, no Braga, discutindo temas como “a cidade que queremos” e “como construir a cidade que queremos”.
 
“Quando falamos em sustentabilidade, não falamos somente da parte ambiental. Ela também envolve o social e o econômico. E falar em mobilidade urbana é falar em sustentabilidade. Isso não é nenhuma utopia: é atitude. E temos ótimos exemplos disso aqui no Brasil como Curitiba, por exemplo, e mais recentemente Belo Horizonte, cidades que fazem parte dos casos que estudamos nesses dois dias de capacitação com os delegados”, explicou o secretário Mauro Branco, lembrando que o assunto requer ações de curto, médio e longo prazo.
 
As palestras aconteceram na última quarta e quinta-feira (8 e 9), das 18 às 22h. No primeiro dia foram abordados o tema “A cidade e a mobilidade urbana” e “Plano de Mobilidade Urbana: importância, para que serve e como fazer”. Já no segundo dia os temas apresentados foram “Acessibilidade: pessoas e calçadas”, “Transporte por bicicleta”, “Transporte individual e estacionamentos”, “Transporte coletivo urbano” e “Mobilidade, turismo e sistema viário”.
 
Entre os delegados inscritos para a criação do Plano de Mobilidade Urbana Participativo estavam representantes de vários segmentos como ciclistas, cadeirantes, professores, empresários do setor de turismo, guardas municipais, taxistas e pedestres entre outros.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Feminicídio - Editorial JS