Cabo Frio promove vacinação de cães e gatos contra a raiva na próxima semana

Os cães devem comparecer com guia e coleira

Por G1.com em 29/09/2016 10h43

A Prefeitura de Cabo Frio promove, no sábado (08), a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal das 8h às 17 horas. A Coordenação da campanha é da Superintendência de Vigilância em Saúde.


"Convocamos toda população de Cabo Frio a comparecer e vacinar o animal de estimação, cães e gatos, acima de três meses de idade, fêmeas não gestantes, em qualquer um de nossos postos autorizados", disse a médica veterinária, Rosana Ayako Ida, responsável pela Vigilância Ambiental de Cabo Frio.


Os cães devem comparecer com guia e coleira. A focinheira só é obrigatória para animais bravos. Já os gatos precisam ser transportados em caixas específicas. Embora a raiva esteja controlada nessas espécies, isso não isenta da vacinação anual que, além de obrigatória por lei, é o fator de maior relevância para garantir a manutenção de controle da raiva nas populações de cães e gatos, e por consequência para a população humana.


A raiva é transmitida por mordidas, arranhões ou lambeduras de cães, gatos e morcegos infectados. Desde 1981, não há registro da doença em humanos. Ao ser agredida por um animal, a pessoa deve lavar imediatamente o ferimento com água e sabão, e procurar com urgência o Posto de Saúde mais próximo. Cães raivosos apresentam sintomas como: agressividade (atacando pessoas e objetos) ou tristeza (procurando lugares escuros), salivação excessiva, dificuldade para engolir, latido rouco e paralisia das patas traseiras. Nos humanos, a doença ataca o sistema nervoso central, levando à morte. O tratamento profilático antirrábico também é recomendado para toda agressão por espécie silvestre (morcegos, raposa, cachorro do mato e saguis).

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada