Cabo Frio recebe Festival Infantil de Capoeira durante no fim de semana

Os interessados em participar das atividades devem comparecer aos locais das aulas e preencher uma breve ficha de inscrição. A entrada é franca

Por Redação JS em 29/09/2016 15h22
A 7ª edição do Festival Infantil de Capoeira começa nesta quinta feira (29), em Cabo Frio. O festival realizado pelo Grupo Capoeira Brasil vai até sábado (01/10), e oferece atividades culturais e esportivas, como debates, roda livre, batizado infantil e oficinas. Acontecerão atividades em Cabo Frio e em Armação dos Búzios.


De acordo com o organizador, Wellington Bueno, conhecido como Instrutor Mora Mal, além de incentivar a prática da modalidade pelas crianças, jovens e adultos, o objetivo do festival é promover a valorização da cultura afro-brasileira na região.


Os interessados em participar das atividades devem comparecer aos locais das aulas e preencher uma breve ficha de inscrição. A entrada é franca.


Confira a programação:


Quinta feira (29): Aula para adultos ministrada pelo professor Formado Aritana, do Rio de Janeiro, no Espaço Cultural Círculo de Criação, na Estrada da Usina, nº 179, no Centro de Armação dos Búzios. A partir das 21h.


Sexta-feira (30): Às 18h30, aulão infantil com o professor Charada, no Espaço Capoeira, localizado na Praça da Cidadania, em Cabo Frio. Em seguida, às 19h45, aula para adultos com o Formado Ilson, de São Paulo.


Sábado (01): Debate com o tema "A mulher na Capoeira", com a participação da professora Longui, de São Paulo, às 9h30, no Teatro Municipal de Cabo Frio. Logo depois, às 10h30, aula para adultos com o Mestre Paulinho Sabiá, no Espaço Capoeira. A partir das 11h45, roda de capoeira, na Roda dos Ventos, na orla da Praia do Forte.


Encerrando, ainda no sábado: Às 17h, cerimônia de troca de cordas das turmas infantis no Teatro Municipal de Cabo Frio.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada