Cadu Playboy e Chico da Ecatur são transferidos para presídios federais

Pai e filho são apontados como chefes de quadrilha na Região dos Lagos.

Por Redação JS* em 23/06/2016 07h06

Carlos Eduardo Rocha Freire Barboza, o Cadu Playboy, e seu pai, Francisco Eduardo Freire Barboza, o Chico da Ecatur, foram transferidos para presídios federais de segurança máxima fora do Rio nesta quarta-feira (22). Os dois estão presos por serem chefes de uma quadrilha que atuava na Região dos Lagos do Rio, envolvida com tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos da Prefeitura de Arraial do Cabo e comércio ilegal de armas, entre outros crimes.


A transferência aconteceu porque a dupla faz parte da mesma facção criminosa de Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family,traficante que foi resgatado no Hospital Souza Aguiar. Os traficantes da facção teriam feito uma festa na cadeia para comemorar o resgate.

 


Cadu Playboy, Chico da Ecatur e mais 13 presos custodiados no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, foram realocados para três presídios federais. As unidades para onde eles foram não foram informadas. A operação contou com uma escolta de 16 carros, apoio do Batalhão de Choque e um helicóptero da PM. Segundo o juiz da Vara de Execuções Penais, eles ficarão em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

 

Resgate de traficante

O resgate do traficante Fat Family aconteceu na madrugada do último domingo (19). Nicolas Labre Pereira de Jesus estava internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, a principal unidade de emergência no Centro do Rio, sob a custódia de quatro policiais militares. Segundo informações da PM, um  grupo de aproximadamente 25 homens chegou ao hospital em quatro motos e cinco carros e armados com fuzis, pistolas e explosivos.

O criminoso é apontado como um dos chefes do tráfico de drogas no Morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul da cidade. Ele estava internado desde a última segunda-feira (13) quando ficou ferido em um confronto com a polícia.


Presos de facção de Fat Family vão para presídios em três estados


Os Quinze presos custodiados no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste, foram transferidos na manhã desta quarta-feira (22) para presídios federais de segurança máxima: o de Catanduvas, no Paraná, o de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul e o de Porto Velho, em Rondônia. Todos fazem parte da mesma facção criminosa de Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family.


Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa