Câmara de Búzios autoriza Crédito Especial de R$ 6 milhões para infraestrutura

Esse crédito vai atender a obras em vários trechos da cidade, como drenagem, pavimentação e calçamento

Por em 23/06/2016 12h42
Na sessão plenária de terça-feira, dia 21, a Câmara Municipal de Búzios aprovou o projeto de lei, de autoria do Poder Executivo, autorizando a abertura de crédito especial no valor de R$ 6 milhões e 100 mil reais no orçamento vigente para realização de obras em vários trechos da cidade.

O projeto foi votado em regime de urgência, após pareceres favoráveis da Comissão de Constituição e Justiça, Redação Final e Comissão de Finanças e Orçamento. Na sessão passada, a proposição foi retirada da pauta pelo presidente em exercício Gugu de Nair, após a identificação de falta de assinatura da folha avulsa, que corrigia esse projeto protocolado anteriormente. A identificação aconteceu na própria sessão.

“A retirada desse projeto na sessão passada foi para cumprir com o Regimento Interno da Casa, pois faltava a assinatura do proponente, o prefeito. Mas sabendo da sua importância para população e com a correção do problema, ele voltou à pauta e foi votado em regime de urgência”, esclareceu o presidente.

Conforme o projeto, esse crédito vai atender a obras em vários trechos da cidade, como drenagem, pavimentação e calçamento da Rua das Bromelhas e Olegária Maria da Conceição no bairro da Rasa, das ruas Tamboril, Júlio Delamare (parte), Mario Vianna (parte) e João Saldanha (parte) no Loteamento do Pórtico, no Bairro São José além de drenagem, pavimentação, calçadas e ciclovias na Avenida José Bento Ribeiro Dantas, nos trechos Trevo Barbuda até a Rua Satiro Coelho e Rua Satiro Coelho até a entrada da Tartaruga (nos bairros Manguinhos e Tartaruga). Os recursos desses créditos são provenientes de Convênios celebrados com o Ministério das Cidades.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!