CAMOR alerta sobre os perigos de dar esmolas para moradores de rua

Segundo o órgão, a doação do dinheiro pode incentivar a permanência nas ruas.

Por Mateus Moreira em 14/06/2016 11h37

Os dias frios são bastante perigosos para as pessoas que moram nas ruas, geralmente elas já ficam expostas a outros perigos, como, a criminalidade e o frio acaba se tornando mais um perigo para os moradores de rua.


Apesar de contar com doações de agasalhos, comida e cobertores. Eles muitas vezes recorrem ao pedido de esmolas, porém de acordo com a Casa de Passagem (Camor), o ato de dar dinheiro pode causar ainda mais exposição aos perigos da vida nas ruas.


O CAMOR é um órgão ligado a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), e atua diretamente com as pessoas em situação de rua, com objetivo de reinserção dessas pessoas em seus âmbitos familiares. Segundo a equipe da entidade, o ato de dar dinheiro para pessoas em situação de rua, acaba criando nela a ilusão de que é possível viver através dessas doações.


O órgão lembra que geralmente Nessa época do ano as pessoas em situação de rua ficam ainda mais vulneráveis. Com a cidade na baixa temporada e o frio, essas pessoas não recebem tanta ajuda quanto esperam. Assim, elas estão mais expostas aos riscos de doenças (principalmente do aparelho respiratório), por conta da alimentação inadequada e das baixas temperaturas.


O contato com o Camor para auxílio a pessoas em situação de rua pode ser feito pelo telefone (22) 2645-6837.  A Casa de Passagem fica na Rua Vitória, lote 13, quadra 20, no bairro Palmeiras. O horário de funcionamento é de segunda a sexta - feira, de 8h às 17h, e plantão 24 horas, todos os dias.

 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano