Casimiro é privilegiado por suas belezas naturais

Governo vem implementado políticas que visam manter a preservação dos ecossistemas e a qualidade de vida

Por em 02/06/2016 14h26
Casimiro de Abreu é privilegiado pela natureza que possui. Por isso, tem muito o que comemorar na Semana do Meio Ambiente. Com 35% do território coberto pela Mata Atlântica, o município abriga duas bacias hidrográficas importantes para a sustentabilidade de toda a região. O município também resguarda duas Reservas Biológicas Federais, Rebio Poço das Antas e Rebio União, habitat natural do mico-leão-dourado, espécie ameaçada de extinção e que só existe por aqui. O município ainda conta com seis Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN), que têm caráter perpétuo e garantem a preservação da Mata Atlântica. 

No distrito de Barra de São João, onde está o estuário do rio São João, o manguezal preservado encontra-se protegido por lei. Embora parte do curso do rio São João tenha sido retificado na década de 70, seu leito natural é exuberante, ao ponto de merecer a alcunha de “Pantanal Fluminense”. 

Diante deste cenário de tantas belezas naturais, a Prefeitura de Casimiro de Abreu, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, tem implementado políticas que visam manter a preservação dos ecossistemas e a qualidade de vida. 



AÇÕES - O Programa Municipal de Reflorestamento ‘‘Verdes Matas’’, que tem seu foco nas Áreas de Proteção Permanente (APP), já recuperou 100 mil metros quadrados de vegetação com o plantio de 25 mil mudas de Mata Atlântica. No rio Indaiaçu, que corta todo o centro urbano de Casimiro de Abreu, foram plantados cinco hectares de mata ciliar, contribuindo para a melhoria deste corpo hídrico. 

Importante também é o Indaiaçu Mais Verde, desenvolvido com os estudantes do município. O objetivo é resgatar a história do rio Indaiaçu e conscientizar os alunos sobre a importância de sua preservação. 

Outro trabalho de educação ambiental é o Projeto Transformação, que busca formar multiplicadores de conhecimento e práticas sustentáveis por meio de oficinas, palestras, apresentação de filmes, atividades lúdicas, visitas técnicas, entre outras atividades que mostram como os resíduos sólidos impactam o meio ambiente e a saúde humana, bem como os benefícios que os resíduos podem trazer, quando geridos de forma responsável. 

O Projeto Horta na Escola também contribuí para despertar a consciência ecológica e uma alimentação mais saudável entre crianças e jovens do município. Os técnicos da Prefeitura preparam os espaços nas escolas e instituições sociais onde são cultivadas as hortas, e os alunos e professores plantam e cuidam das mudas para posterior colheita. 

Desde sua criação, em 2012, a Guarda Ambiental trabalha em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, fiscalizando obras e loteamentos irregulares, além de auxiliar no trabalho de resgate de animais silvestres, com apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano