Comemorações pelo aniversário de Rio das Ostras continuam até o fim de semana

Por em 07/04/2016 15h44
Rio das Ostras comemora o 24º aniversário de emancipação politico-administrativa no domingo, 10. O dia será marcado pelo Circuito Histórico-Cultural, com concentração a partir das 8h; uma caminhada que percorre marcos da Cidade. Ainda no domingo, haverá celebrações de ação de graças na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, às 8h, e na Assembleia de Deus Vitória em Cristo, às 19h. Na sexta-feira, 8, às 18h30, acontece a Sessão Solene da Câmara Municipal com entrega de títulos de Cidadão Riostrense e de Cidadão Riostrense por Mérito Municipal.
 
Ao longo da semana, a Fundação Rio das Ostras de Cultura abriu as portas do Centro de Formação Artística para a comunidade, que pôde assistir aulas públicas de dança, música e teatro. Encerrando a programação cultural, nesta sexta, 8, às 20h, na Praça José Pereira Câmara, será apresentada a performance de dança “Zedi” pelo Grupo Cria Expressões Humanas. O espetáculo conta a história de Zedi, andarilho que é uma lenda viva de Rio das Ostras.
 
ATIVIDADES PEDAGÓGICAS – Desde março, as 43 unidades de ensino da Rede Municipal de Rio das Ostras já vêm realizando atividades pedagógicas para relembrar o passado e conhecer o presente da Cidade. Na semana de aniversário, as atividades se intensificaram com exposições, apresentações artísticas, visitas ao Centro de Educação Ambiental de Rio das Ostras (Cedro), à Biblioteca Pública e à Casa de Cultura, ações de educação nutricional, circuito de trânsito, oficinas de reutilização de água, promovidas em parceria com a empresa Macaense, entre outras.
 
Cada unidade de ensino preparou com muita dedicação as próprias atividades. A Escola Municipal Fazendas Reunidas Atlântica, por exemplo, realizou uma roda de conversa na qual os alunos puderam conhecer um pouco sobre o passado da Cidade. Os estudantes da Escola Municipal Nadir da Silva Salvador visitaram a Prefeitura, enquanto os pequenos da Creche Dona Cota participaram de uma caminhada às margens do rio das Ostras. As crianças, de seis meses a três anos, usavam máscaras de peixes e guaiamuns para lembrar a importância da preservação ambiental. Ao lado delas, professoras e mães levavam cartazes de conscientização sobre a necessidade de unir forças no combate ao Aedes Aegypti.
 
“As atividades pedagógicas têm o objetivo de levar os alunos a descobrir a Cidade, inclusive seus pontos históricos e turísticos, porque acreditamos que, para amar e cuidar, antes é preciso conhecer. A nova geração tem o papel de contribuir para o futuro  e por isso motivamos ações ligadas ao trânsito e às questões ambientais, entre outras. Essas atividades sistemáticas surtem muito efeito já que os estudantes, grande parte deles oriundos de outros municípios, internalizam esse amor e esse apreço por Rio das Ostras”, explica a secretária de Educação, Andréa Machado.
 
ECO-OSTRAS - Até o final do mês acontecem outras ações educativas como a Gincana Eco-Ostras, que tem como tema a história do Município, seus ambientes e áreas de preservação. Dividida em etapas, a gincana conta com um Quiz, com perguntas sobre o tema, além de arrecadação de brinquedos, roupas e alimentos que serão doados a instituições filantrópicas. A cidade também recebe o projeto Furnas Educa Itinerante, voltado à conscientização sobre conservação de energia, educação ambiental e prevenção de queimadas. 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas