Comércio de Cabo Frio não está muito otimista com as vendas no Dia das Mães

Movimento ainda está fraco no Centro a cidade.

Por Mateus Moreira em 06/05/2016 12h09


O Dia das Mães é considerado pelos lojistas a segunda melhor época de vendas do ano, perdendo apenas para o Natal, mas ao que tudo indica em Cabo Frio essa data comemorativa, esse ano, não vai ser de muitos lucros.


Segundo alguns lojistas, a crise econômica e o grande problema que os servidores municipais de Cabo Frio enfrentam no recebimento dos salários, podem ser alguns dos motivos pelo baixo movimento nos comércios.


No setor de vestuário, a procura tem sido bem abaixo do esperado pelos lojistas, mas apesar do baixo movimento, ainda existe a esperança de um crescimento nas vendas, como explica Luciana Moura, vendedora de uma loja de roupas.


“Está bem fraco o movimento, mas como tem aquela frase de que brasileiro deixa tudo para última hora, a gente está com a esperança de pelo menos na véspera do Dias das Mães vender um pouco mais”, disse.


No setor de eletrodomésticos a procura também tem sido bem abaixo do esperado, apesar de manter o otimismo, alguns vendedores já estão aceitando que as metas, que são estipuladas pelas lojas, não serão batidas, como explica Leonardo Almeida, vendedor de uma loja especializada.


“Está devagar o movimento, essa crise deixou o pessoal com medo de comprar as coisas, assim fica difícil vender e até difícil de bater a minha meta na loja (risos)”.


 

 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!