Conselho Municipal da Mulher toma posse em Araruama

As novas conselheiras cumprirão mandato até setembro de 2017.

Por Ascom Araruama em 13/01/2016 09h23

O combate à violência doméstica, o empoderamento da mulher e a igualdade de oportunidades e direitos foram temas de destaque na cerimônia de posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher realizada na noite de segunda-feira, dia 12, no plenário da Câmara Municipal de Araruama. As novas conselheiras cumprirão mandato até setembro de 2017.


O Conselho é vinculado à Secretaria Municipal da Terceira Idade e Desenvolvimento Humano e é constituído por uma diretoria executiva, sendo formado de forma paritária com membros do poder público e sociedade civil. Entre seus objetivos está o resgate da cidadania e autoestima da mulher, dando-lhe condições de se sentir acolhida, protegida e respeitada. Cabe também ao Conselho a normatização e fiscalização de políticas relativas aos direitos da mulher.


A presidente do Conselho, Iracema Souza Dotori von Uslar, destacou as funções do Conselho e anunciou a intenção de realizar vários cursos e palestras, estabelecer parcerias com o poder público e a sociedade civil, na promoção da cidadania das mulheres araruamenses. Ela ressaltou ainda a importância de várias datas comemorativas que são marcos da luta das mulheres por seus direitos.


A secretária da Terceira Idade e Desenvolvimento Humano, Lourdes Belchior, destacou a questão da visibilidade da mulher que ainda é ocultada por valores machistas presentes na sociedade e que permeiam as próprias instituições sociais.


“A violência contra a mulher não é apenas física. Precisamos ficar atentas para não reproduzirmos discursos que justificam atitudes de opressão, de violência psicológica e principalmente de naturalização da mulher como responsável pela violência que ela sofre”, disse.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas