“Dá para fazer muita coisa em Búzios, é só não roubar”, diz Mirinho Braga

Ex-prefeito do balneário, em entrevista, afirma que voltará a investir e Saúde, Educação e Geração de Emprego

Por Redação JS em 01/09/2016 10h30


Ex-prefeito de Armação dos Búzios, Mirinho Braga (PDT), se candidatou mais uma vez a vaga de prefeito da cidade. Em entrevista ao Portal JS, em parceria com a Rádio Litoral FM, Mirinho falou sobre Saúde, Educação, Mobilidade Urbana e vários de seus projetos. Confira:


Portal JS: Dá para fazer muitas ações em Búzios?

MB – Nós tínhamos R$90 milhões de orçamento, hoje temos R$220 milhões, então dá para fazer. É só não roubar e não deixar roubar. 


Portal JS: Búzios precisa de mobilidade pública, o que o senhor tem planejado para isso?

MB – A mobilidade acontecerá, primeiro, quando nós tivermos uma lei decente. Uma Câmara que possa fazer essa lei sem interesses. A gente fala em mobilidade, mas hoje o bairro da Rasa não pode ter um posto de combustível. Não podemos falar em mobilidade quando obrigamos o morador da Rasa  ir para Manguinhos ou Marina abastecer. Nós temos que pensar em fazer ciclovias. 90% dos metros quadrados em ciclovias em Búzios fomos nós que fizemos. Pretendemos fazer muito mais. Criar linhas para as vans, principalmente, para os bairros mais distantes. Fazer vias alternativas. Queremos fazer do Pórtico até Geribá uma estrada, esse já é um planejamento. Melhorar o trânsito no Posto do Ceceu com acostamento, ciclovias e asfalto.


Portal JS: Qual seu plano de governo para a Saúde?

MB – Na Saúde, nós entendemos que temos que trabalhar com a prevenção. A saúde preventiva custa 1/3 do hospital. Hospital é muito caro. À medida que você coloca um médico para atender a população, os mais necessitados, nas casas, estamos economizando, investindo na saúde do trabalhador. Então, isso é um ponto para mim primordial e fazer com que o hospital realmente funcione. A média até 2012 de morte no hospital era de 12 por ano. Em 2015, morreram 78. Os profissionais são os mesmos. Mas falta remédio. Essa semana faltou soro e anestésico. Está faltando condição para que o profissional realmente trabalhe. Quero voltar a fazer o hospital ser referência, porque ele já foi. 


Portal JS: E a Educação?

MB – Educação é o grande amor da minha vida. Das escolas públicas municipais de Búzios, 15 tem a nossa mão. Esse governo não fez essa nada. Não fez uma escola. Temos um orçamento de R$60 milhões para Educação. Acreditamos e entendemos que tem ser escola de tempo integral, a criança tem que estudar o dia todo. Fazer dança, teatro, pintura, música. Na Rasa tínhamos escola em tempo integral e não tem mais. O jovem da Rasa tem que sair para fazer o Ensino Médio, quero construir lá um colégio profissionalizante. Educação, Geração de Emprego e Saúde são pastas primordiais.



Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!