Defesa Civil ganha sistema de rádio

Os equipamentos, doados pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), foram instalados na sede do Órgão

Por Redação JS em 20/07/2016 11h24

Desde o dia 15 de julho, Rio das Ostras passou a contar um moderno sistema de rádio de ponto a ponto, que permite a comunicação entre a Defesa Civil do Município e a de diversas cidades da Baixada Litorânea. Os equipamentos, doados pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), foram instalados na sede do Órgão, que fica na Praia da Tartaruga. 

Avaliado em 14 mil, o novo sistema é composto por duas bases: a fixa, que inclui torre de transmissão; e a móvel, com dois rádios de mão (hand talk -HT) e um rádio com GPS instalado em uma viatura do Órgão. 

Para o coordenador da Defesa Civil de Rio das Ostras, Jorge Manuel Mazzo, o equipamento de rádio ponto a ponto garante a eficiência e a agilidade no atendimento aos chamados. “Será possível estabelecer a comunicação e a ação conjunta com a Defesa Civil dos municípios da Baixada Litorânea. Desta forma, poderemos prevenir com mais eficiência desastres naturais ou tecnológicos presentes no Mapa de Ameaças Múltiplas do Estado”, esclarece. 

PLANTÃO 24 HORAS - Na sede da Defesa Civil de Rio das Ostras, onde foi instalada a base fixa do sistema de rádio ponto a ponto, haverá plantão de 24 horas para atender aos chamados. Desta forma, o Município terá maior eficiência na emissão de alertas de desastres para a população e repostas mais rápidas dos órgãos responsáveis pelo atendimento de emergências. 

CONHEÇA O MAPA DE AMEAÇAS - O Mapa de Ameaças Múltiplas do Estado do Rio de Janeiro representa uma importante ferramenta para a redução dos riscos de desastres. O levantamento identificou 276 ameaças tecnológicas, além de 460 ameaças naturais, totalizando 736 itens no território fluminense. 

O estudo foi realizado pelo Departamento Geral de Defesa Civil (DGDEC-RJ), vinculado à Secretaria de Defesa Civil, com a participação dos 92 municípios do Estado. 

Após o lançamento do Mapa de Ameaças Múltiplas do Estado, a Defesa Civil de Rio das Ostras segue em um trabalho com as 92 prefeituras para a elaboração dos 736 planos municipais de contingência consequentes, um para cada ameaça identificada. A ideia é envolver a comunidade e desencadear a mesma quantidade de exercícios simulados de escape da população de áreas de risco.

 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!