Domingo Gordo de muita animação no “CarnAldeia da Folia”

Dj Leozinho, o Dj do WahtApp agitou a galera com um método inovador

Por Redação JS em 08/02/2016 10h12

O domingo de carnaval foi tão quente quanto a temperatura destes dias de folia. Diversos blocos agitaram os foliões desde o meio dia, nos bairros e nas praias de São Pedro da Aldeia. A noite no Centro, a festa continuou com nova apresentação do tradicional Bloco dos Bonecões e encerrou-se com a apresentação da banda Ibs 7.

 

Mantendo a tradição do animado carnaval no Baixo Grande, a festa começou com o desfile do bloco Carrapetas, que apresentou como enredo Antigos Carnavais Na Praia da Pitória, tradicional point da folia aldeense, o bloco das Piranhas, como em todos os anos, realizou um verdadeiro arrastão de foliões na orla, com o enredo Piranha para presidente. Em seguida, na mesma praia, o bloco do Ipê deu continuidade á festa com o cantor Adriano Marques puxando o trio elétrico.

 

Ao final da tarde, honrando a tradição nordestina, o bloco “Nosso boi é bom”, com direito a bumba meu boi, agitou o bairro do Vinhateiro. Na tradição dos pescadores, quem fez a festa na Praia da Baleia foi o bloco “Pescou na proa”.


Abrindo a noite no Centro, a festa continuou com mais uma matinê na Praça Agenor Santos (da Matriz) e, em seguida, o festejado Bloco dos Bonecões. Dando sequência, o bloco “Os Camisolas”, com o enredo “O antigo Egito”, encantou o público com as belas fantasias produzidos pelo grupo comandado pela secretária de Turismo, Cultura e Lazer, Sandra Coelho, a Sandra de Badu, mentora e diretora da agremiação. Outro bloco que caprichou, desfilando no mesmo horário, no Poço Fundo, foi o bloco “Boi bandido”

 

Encerrando a noite, um pouco de música eletrônica d combate ao preconceito no desfile do “Aldeia Diversidade”, bloco LGBT que teve como tema o combate à homofobia. E para os mais animados, o baile continuou na praça com o show do grupo Ibs 7, que cantou sucessos do sertanejo universitário e pagode.


Durante toda a noite, Dj Leozinho fez a alegria dos foliões, o Dj que tem um método inovador de alegrar a galera, ficou conhecido como “Dj do whatApp”, o jovem pede para que o público mande por mensagem quais músicas desejam ouvir, e a canção é tocada na hora.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa