Dragagem do Canal do Itajurú recomeça no Boqueirão

Obra para melhorar a qualidade da água da Lagoa de Araruama deve ser concluída em torno de 60 dias

Por em 22/06/2016 15h10
A Prefeitura Municipal de Iguaba Grande, através das Secretarias de Planejamento e de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos reiniciou, no dia 15 de junho a dragagem de parte do Canal do Itajuru, para aumentar a troca de água da Laguna, com a do mar. E assim, melhorar a qualidade da água. De acordo com Gustavo Camacho, Secretário de Planejamento, este é um contrato de repasse assinado com a Caixa Econômica Federal, como mandatária, com recursos da Agência Nacional das Águas (ANA), para a recuperação da Lagoa de Araruama, que tem anuência, tanto do INEA, quanto do Consórcio Lagos São João. No entanto, a responsabilidade pela execução é de Iguaba Grande. Para ele, o início da dragagem deve ser comemorado: “Um dos grandes méritos do Governo Grasiella é conseguir fazer um contrato, que se arrastava por oito anos, ser efetivamente executado”.
 
Ainda, segundo Gustavo Camacho, a obra ficou parada por causa da draga anterior, que quebrou: “A Prefeitura contratou uma empresa, para serviço de dragagem e pelo que nos foi informado, a primeira draga foi locada com uma capacidade de potência superior a que foi apresentada. Por isso, ela quebrou muito rapidamente, não teve o resultado efetivo. Mas, isso é uma negociação entre a empresa contratada e a sublocada e eles, provavelmente, vão brigar, na justiça para resolver o problema. O prejuízo é entre eles, não do município, porque nós só pagamos pela areia dragada, não pelo aluguel da draga. A gente paga, por metro cúbico (m³), de areia retirada e transportada”.
 
Gustavo mencionou, ainda, sobre a qualidade da draga atual: “Inclusive, a troca foi por uma máquina maior do que o previsto, no início do contrato, para poder recuperar o tempo perdido. A dragagem, que era prevista para ocorrer em quatro meses, deve ocorrer, em dois meses. Assim, vamos recuperar todo o tempo parado”. Segundo Marco Antonio Torres, Encarregado Geral da obra. A máquina atual, Sanebrás I, tem 23 m de comprimento, 6 m e 20 cm de largura e pesa 73 toneladas.
 
Conforme informações do Engenheiro Hélio Guimarães, a previsão, é que o trabalho seja finalizado em, aproximadamente, 60 dias. Serão mais de 65mil m³ de areia retirada da área. A draga faz uma varredura, de um lado para o outro, em uma área de 30 mt. de largura e mais ou menos 2 mt de profundidade. A areia é bombeada, por cerca de 800m de tubulação e despejada no dick, na orla da Praia do Boqueirão, em São Pedro da Aldeia, que funciona, como um depósito temporário da areia. Depois, a faixa de trabalho é remarcada. Em sete dias de trabalho foi retirado cerca de 2mil m³ de areia: “Estamos enfrentando algumas dificuldades, de ancoragem e dragagem, por causa da poluição, como pau de mangue (espécie de madeira utilizada pelos pescadores, para a montagem de currais, tipo de pesca artesanal.)”.
 
Segundo o Secretário de Planejamento, com a areia retirada da lagoa será feito a recuperação do grade  da Orla de Iguaba Grande, que foi desgastado, com o movimento natural da Lagoa; como é o caso, em frente a Patrulha Rodoviária. Assim, proporcionará mais área de areia, para os banhistas: “Metade dessa areia virá para Iguaba e a outra irá para São Pedro da Aldeia. O nosso projeto vai recuperar a nossa orla e depositar a areia, em um local determinado, para a Prefeitura de São Pedro efetuar, posteriormente, o serviço de recuperação da orla de suas praias. A cada 10 mil m³ de areia retirada será feita uma análise, com exames técnicos, para saber se a qualidade da areia é boa para utilização, nas praias. Já foi feita uma análise da areia do fundo da lagoa e da Praia de Iguaba, para ver se existe compatibilidade. A coleta é feita por uma empresa terceirizada e apresentada ao INEA. Inclusive, já foram entregues ao Instituto, as duas amostras que foram recolhidas e está tudo correndo muito bem”.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada