Em protesto pelo parcelamento de salários, servidores fecham ponte Feliciano Sodré, em Cabo Frio

"Começaremos o pagamento salarial pelos servidores que trabalham, para em seguida pagar aos que não estão trabalhando", disse o prefeito

Por Redação JS em 15/06/2016 11h08
Completando três dias de greve, os profissionais da Educação de Cabo Frio fecharam a Ponte Feliciano Sodré, causando um grande congestionamento, que liga o Centro aos maiores bairros do município, na manhã desta quarta-feira, dia 15. 


Os servidores cobram salários e benefícios atrasados da Prefeitura. O ato teve início no Largo Santo Antônio por volta das 9h. Os professores são contra o parcelamento dos salários atrasados e exigem o pagamento integral. De acordo com o Sepe Lagos (Sindicato dos Profissionais da Educação), alguns funcionários estão sem receber desde abril. “Nas reivindicações estão o atrasado no pagamento dos salários, um terço de férias, vale-transporte, entre outros direitos negado pelo prefeito”, afirmam representam do Sepe.

O Prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, se manifestou em seu facebook, nesta manhã de quarta. Confira na integra: “Em comunicado publicado na manhã de segunda feira, 13, avisamos que começaremos o pagamento salarial pelos servidores que TRABALHAM, para em seguida pagar aos que não estão trabalhando. A direção de POLÍTICOS do SEPE esbravejou. Houve até quem dissesse ser crime ou assédio. Observem que falei: "PRIMEIRO OS QUE TRABALHAM. DEPOIS OS QUE NÃO TRABALHAM". Agora veja a decisão da JUSTIÇA em relação aos que não trabalham no Estado, onde sentenciou: "NÃO PAGUE O SALÁRIO DE QUEM NÃO TRABALHOU".

A Prefeitura de Cabo Frio informou por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa que não vai se manifestar sobre atos de greve. "Temos cumprido o acordo de pagar os salários dos servidores da Educação toda terceira terça-feira de cada mês, pois recebemos as parcelas do Fundeb e ICMS", ressaltou a nota.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano