“Em todos os bairros que eu passei tinha uma semente minha plantada e eu mostrei tudo que fiz"

Prefeito reeleito de São Pedro da Aldeia, Cláudio Chumbinho, fala sobre suas propostas para os próximos quatro anos, oposição e obras concluídas

Por Redação JS em 06/10/2016 08h06
O Prefeito reeleito de São Pedro da Aldeia, Cláudio Chumbinho, deu uma entrevista exclusiva ao Portal JS e a Rádio Litoral FM. Chumbinho falou sobre os seus futuros projetos para cidade, o que já fez pelo município e sobre a oposição. Confira:


JS: Como foi enfrentar um time como o Robinho do Raio X, presidente da Câmara hoje; o ex-prefeito Paulo Lobo; Carlindo Filho; Elizângela Lobo que já tinha tido uma boa votação; Marquinhos da Trekos; o vereador Zezinho?

Cláudio Chumbinho: Eles ainda contrataram o Romário, mas eu sou goleador não é? A população é fiel a Chumbinho, graças a Deus.


JS: Você trouxe grandes empresas para cidade. Teve um empresário que disse que foi para São Pedro, porque em Cabo Frio, não tinha nenhuma facilidade para colocar a empresa lá. Que pediam tudo para ele. Como você trouxe essas empresas?

Chumbinho: É muito importante falar isso, porque eu sofri muitos ataques nesses três anos e nove meses, muitas inverdades. Toda hora tinha alguém dizendo que eu tinha três carros Camaros. Às vezes, a oposição fica inventando essas coisas e a política que faz isso é uma política suja. Eu falo sempre que política é gostosa de fazer, mas com trabalho, responsabilidade. Eu quero ver um empresário em São Pedro da Aldeia que vai dizer que Chumbinho pediu R$1. Agora se falar que pediu para a cidade uma máquina emprestada, um caminhão de asfalto para fazer tapa buraco, pedra, isso vai falar, isso  peço, porque eu peço pra cidade. Muitas das obras que nós realizamos em São Pedro da Aldeia foi com parceria, porque esse é um município com poucos recursos, vive uma dificuldade muito grande. 


JS: E como está a cidade?

Chumbinho: Eu, quando assumi o município, o Pronto Socorro estava fechado, a UPA era um esqueleto. E hoje, nós temos uma UPA que é a melhor UPA Pediátrica da Região dos Lagos. Essa semana tinham seis crianças de Cabo Frio internadas, atende toda a população da região. O nosso Pronto Socorro era atendimento de 2600 até 3000 no mês. Nós batemos agora nesse mês 7500 atendimentos, atendendo toda a região. Não estou aqui culpando município nenhum, mas é o que o país está vivendo hoje e nós estamos segurando. A nossa Educação está lá funcionando.  Eu ia fazer as caminhadas nos bairros, e quando eu chagava na casa de uma família, a família disse: "Chumbinho, a sua oposição veio aqui, disse que quando ela ganhar, que não vai faltar merenda na escola”.  Aí eu falei pra ela que tem merenda na escola, não está faltando. Você vai a todas as escolas de São Pedro da Aldeia da rede municipal e tem merenda, a gente tem a maior responsabilidade com isso. Estamos realizando obras, construindo quadras poliesportivas nas escolas, todas cobertas, e vamos continuar construindo. Temos agora a nova quadra do Alecrim, a quadra do Retiro, do São Mateus, da Cruz. A próxima meta, tem cinco novas creches que a gente vai licitar agora. Estamos terminando o CRAS da Rua do Fogo, iniciando a obra do posto de saúde da Rua do Fogo, finalizando o Parque da Baleia, no Parque Arruda. Em um momento de crise, em todos os bairros que eu passei tinha uma semente minha plantada e eu mostrei o que eu fiz. Agora, dizer que eu ia conseguir fazer tudo não dá, não tem condição. O município é de poucos recursos. A oposição sempre trabalhou com muita mentira, pesquisas falsas iludindo até os eleitores deles. Muita gente que eu vi que estava comemorando às 17h, na praça, estava sendo iludido, enganado por eles, pela coordenação deles dizendo que eles estavam eleitos, que a pesquisa dava a eles não sei quantos por cento. É até uma coisa chata. Nenhum momento eu falei de pesquisa, eu trabalhei com planejamento. Sou pequenininho, mas as pessoas tem que respeitar o pequenininho, a oposição tem que respeitar. No nosso palanque, eu só tinha na parte política os candidatos a vereador e o meu vice-prefeito, que é o meu camisa dez, que é o Mauro Lobo, que foi uma pessoa fundamental na nossa vitória, que é uma pessoa do bem, que ontem já estava no nosso gabinete, junto com o nosso secretariado, já colocando as ideias dele. Isso que me dá prazer em ser prefeito da cidade, porque nós temos responsabilidade, nós estamos trabalhando com responsabilidade. A dificuldade existe. Espero que essa nova Câmara que foi eleita pense na cidade, que ajude a gente a governar, porque a gente erra também, ninguém é perfeito, mas se a gente se unir com a nossa cidade, se a população também colaborar,  nós vamos ter uma cidade muito melhor, e é isso que eu quero. Eu sempre coloquei, e eu sempre trabalho com a verdade. Eu sempre falei nos meus comícios, em qualquer lugar, nas minhas reuniões, que a verdade vence e foi o que aconteceu em São Pedro. Eu coloquei minha campanha faltando três semanas nas ruas, a dificuldade de ir era grande. Quem viu minha campanha nessa eleição, viu que eu não estive muito na rua, não tinha muito carro de som, pessoas para trabalhar, faltou material. Foi uma campanha de pé no chão, mas no final deu tudo certo porque a população é consciente, reconheceu o nosso trabalho de transparência. A população dizia que Chumbinho estava impugnado. Hoje eu tenho o maior orgulho de dizer que as contas de 2013, eu vi aprovadas, as de 2014, vi aprovadas, e agora chegou a de 2015 e está aprovada. Tem algumas ressalvas? Tem, mas está aprovada pelo Tribunal de Contas. Nós somos o sexto Portal de Transparência do Ministério Público Federal, o primeiro da Região dos Lagos e sexto do estado do Rio de Janeiro. Isso é um orgulho para a cidade de São Pedro da Aldeia. Eu fui reeleito prefeito. Apareceu no jornal da InterTV: "Das oito cidades, Chumbinho é o prefeito deferido" . Isso é um orgulho para a população de São Pedro, porque eu sou filho de São Pedro da Aldeia.


JS: A CPI da Saúde morreu?

Chumbinho: Quando abriram a CPI da Saúde, teve a comissão e foi arquivada, porque não encontrou irregularidade. Tem um vereador que entrou com o relatório dele, à parte, no Ministério Público, e eu fiz questão, quando chegou ao juiz, de entregar o processo todo, tava tudo certo. Quando assumimos o município, em 2013, colocaram que fizemos uma compra de remédios acima do preço, o que não é verdade, o município não tinha credibilidade em lugar nenhum. Fornecedor nenhum queria entregar para a Prefeitura de São Pedro. Então, toda hora chega ordem judicial para o município e tem que comprar na farmácia local, e, nisso, o preço é mais alto. Mas, está tudo lá no processo, foi entregue, está sendo investigado, mas eu estou tranquilo. Está aí, eu fui reeleito, minha candidatura deferida, vamos continuar o trabalho. Não tenho nada contra o vereador que me denunciou, ele foi reeleito novamente, torço pelo mandato dele, que ele cumpra o seu mandato fiscalizando mesmo, isso é importante, porque o prefeito não governa sozinho. 


JS: Vai continuar com as doze secretarias? Diminuir o número de secretários?

Chumbinho: Nós vamos dar uma mexida agora. Essa situação que está aí no país, principalmente no estado,  vejo que o ano que vem vai ser pior que esse ano. Estamos  preparando já o orçamento para o ano que vem e vai ter uma mexida sim. Vamos ter que diminuir os gastos. Ontem nós fizemos uma reunião com todo o secretariado, criei uma comissão para preparar um novo orçamento, e ver aonde que nós vamos diminuir para enquadrar o orçamento para a gente continuar a cidade funcionando. A cidade não pode parar. Nós temos uma responsabilidade muito grande com a área da Saúde, da Educação, com a limpeza do município, com a coleta de lixo, e esses serviços essenciais não podem parar na nossa cidade. A gente está preocupado, e, por isso, vamos tomar as medidas que forem necessárias.


JS: Com esse primeiro mandato, você focou emprego e renda. Continua focado nisso?

Chumbinho: Sim. 


JS: Tem uma empresa grande aí, que tem mais de 50 caminhões, de Cabo Frio. Já fechou essa?

Chumbinho: Já está em fase, já construindo. A Lagos Meat, lá no Polo Industrial, ao lado do Posto Shell. Já começou a obra, já está levantando os galpões. Tem a Remu, multinacional italiana, que já começa as obras agora dia 1° de janeiro. O Polo Automotivo que eu criei, foi criado para cinco concessionárias. Já tem duas. A Nissan vai começar as obras agora, e tem mais duas vagas. Aí ontem eu já fui à Toyota conversar, convidando, porque eu queria que ela fosse para São Pedro, e estou conversando com a Honda também, para a gente fechar o polo automotivo.


JS: E a Itaipava?

Chumbinho: Ela ficou para o início de janeiro também, para voltar as negociações para eles irem para São Pedro. Eu vejo com facilidade a Itaipava ir para lá.


JS: Ficamos sabendo de um grande empreendimento imobiliário está chegando naquela área próximo ao Costa Azul. O Viverde que tem em Rio das Ostras. Não é isso?

Chumbinho: Já vão iniciar também as obras. Vai ser um condomínio. O projeto é muito bonito e é privado. Então, vai sair a obra. A parte que depende da Prefeitura demora. A gente tem obra em andamento, que está parada, a orla de São Pedro, o bairro todo do Vinhateiro, o bairro da Estação, Bela Vista, São José, que foi aquele convênio que a gente fez com o Banco do Brasil e o Governo do Estado, que está atrasado, então a obra parou. Mas, eu vou começar agora a ir direto para o Rio de Janeiro, sentar com o nosso presidente, Picciani, e com o governador, para a gente estar liberando a parcela para retornar essas obras. Tem o Museu do Sal também, tem a maior praça do município, que está sendo feita em Campo Redondo, tem bastante obra em andamento. A gente vai dar continuidade em tudo que a gente vem fazendo, e o que eu falei, eu vou focar mais, também, na pavimentação dos bairros. Estou preparando um projeto para a gente estar entrando nos bairros com a parte de pavimentação. E eu falo sempre, como aconteceu esse momento de crise, essa dificuldade, para não acontecer com São Pedro o que aconteceu em outras cidades, nós focamos em manter os serviços essenciais da cidade. Tenho certeza que o meu vice, Mauro Lobo, vai ser muito importante, vai me ajudar muito na nossa gestão, além do nosso secretariado, mas eu me sentia, às vezes, sozinho no gabinete. Ontem mesmo, quando eu liguei para o Mauro, convidando para participar da reunião, ele já estava lá presente. Hoje, novamente, ele já se colocou a disposição. Administrar uma cidade não é fácil, e eu procuro sempre estar cercado de pessoas do bem, pessoas com responsabilidade. Eu estou ali de passagem e só quero o melhor para a minha cidade. Fiquei muito feliz, agora temos quatro mulheres na Câmara de Vereadores, isso vai ser muito importante para São Pedro. Nós temos que ter responsabilidade e estar falando a verdade para a população. Não podemos viver como a gente viveu nesses três anos e nove meses, vereador ficar fazendo toda hora videozinho para ficar fazendo politicagem. Dessa política, a população não gosta. Foi provado isso na urna agora, se fosse isso, eles estavam eleitos disparados. Governar é coisa séria. Não dá para viver esse tipo de política. Em nenhum momento, no nosso palanque, na nossa campanha, a gente agrediu ninguém, falou mal de ninguém, e eu sempre falei: "o bem vai vencer o mal". Foi isso que deu em São Pedro, o bem venceu o mal.



Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas