Escola de Artes Municipal de São Pedro da Aldeia encerra suas atividades anuais com espetáculos

Por em 06/12/2017 10h33
A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação, realizou uma série de atividades com os alunos das oficinas teatro e dança da Escola de Artes Municipal, em comemoração ao encerramento do ano letivo. Pela manhã, a animação ficou por conta dos musicais infantis “O casamento da Dona Baratinha” e “O reino dos Vagalumes”. Já durante a noite, foi a vez do “Esquete show” apresentar seu espetáculo. O secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, e o coordenador da Escola de Artes, Fausto Vaz estiveram presentes durante todo evento. 

O secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, acompanhado de sua esposa Luciana Sampaio, agradeceu a todos que participam do desenvolvimento da Escola de Artes. “A arte é algo muito especial, é aquilo que completa o local aonde a gente pisa, que complementa a experiência cognitiva da escola e a experiência existencial da vida. A Escola de Artes de São Pedro da Aldeia, que é magnificamente tocada pelos seus professores, com a ajuda dos pais, da comunidade, com o apoio irrestrito do prefeito Cláudio Chumbinho e do vice-prefeito Mauro Lobo e de todas as demais secretarias, significa exatamente esse preenchimento”, afirmou.

Durante o musical da manhã, os alunos deram um show de coreografia e texto na apresentação de dois contos. Já à noite, os alunos fizeram 18 apresentações entre enquetes e monólogos.

Segundo o coordenador da Escola de Artes Municipal, Fausto Vaz, é uma alegria ver os alunos apresentando e mostrando tudo que aprenderam durante o ano. “Tenho certeza que a Escola de Artes só vem a crescer, porque todos colaboram com isso. O empenho dos alunos, dos pais é muito grande, os professores são incansáveis, essa combinação é perfeita. Parabéns pelo belo ano que tiveram a frente da Escola e Artes”, disse.

O espetáculo da noite foi aberto com “Boleto de Ravel” e contou com os monólogos “Poeira do Sertão”, “Meus 15 anos”, “Bolinhas”, “Dando a volta pelo mundo”, “Vontade de falar”, “Religiosa” e “Teatros Vazios”, além das enquetes “Assalto”, “O lixo”, “O hospital”, “A jovem e as drogas”, “O boletim”, “Indignados”, “As zuleides”, “Lavradores do sertão” e “Josefa Kimbler”.

O professor de teatro Marcelo Teteu falou sobre o espetáculo e trabalho realizado. “Agradeço a Deus, se não fosse ele nada faríamos, agradeço aos alunos e aos pais maravilhosos pela compreensão e carinho de sempre”, ressaltou. 




Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Infarto - Editorial JS