Escolas estaduais são desocupadas em Cabo Frio

Movimento ocorreu em duas unidades na cidade. Desocupação aconteceu após aprovação de lei para eleições da diretoria.

Por Redação JS* em 07/06/2016 16h46

As duas escolas estaduais que estavam ocupadas em Cabo Frio, foram desocupadas. Alunos do Escola Estadual Miguel Couto e do Colégio Estadual Renato Azevedo deixaram as unidades após a lei que prevê que a comunidade eleja os diretores das escolas ter sido aprovada nesta segunda-feira (6) pelo governador em exercício, Francisco Dornelles.


Segundo funcionários da escola, os alunos deixaram o local na tarde desta segunda. Nesta terça-feira (7), apenas funcionários da limpeza e da cozinha estavam no prédio. 


A greve dos professores estaduais está mantida e as aulas ainda não têm previsão de retornar. Uma reunião nesta quarta-feira (8) entre servidores e representantes da Secretaria Estadual de Educação vai definir uma possível volta às aulas.


Eleições para diretores


As eleições diretas para a direção das escolas era uma das principais reividicações dos alunos. A direção não era escolhida desta forma há 13 anos. Nas escolas que foram ocupadas, a medida começa a valer já no segundo semestre de 2016. Para as escolas não ocupadas, as eleições devem ser feitas apenas em 2017.


Os novos diretores serão escolhidos por estudantes, funcionários e professores. Antes da sanção da lei, a escolha era indireta, os nomes eram indicados pelo Poder Executivo Estadual.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano