Eutanásia

Por Vilma Matos em 22/08/2016 17h19

Falar sobre a eutanásia é muito difícil, pois este assunto ainda é muito complexo e polêmico. Uma definição simples de eutanásia seria o ato em que uma pessoa, em situação de sofrimento constante por um mal ou doença incurável, escolhe dar fim em sua própria vida.


No Brasil, a eutanásia é um crime previsto em lei como assassinato, no entanto, existe um atenuante que é verificado no caso do ato ter sido realizado a pedido da vítima e tendo em vista o alívio de um sofrimento latente e inevitável, que reduz a pena para a reclusão de 3 a 6 anos.


Como disse no início este é um assunto muito complexo, a eutanásia envolve aspectos religiosos, médicos, familiares, psicológicos. Os que defendem, acreditam que a pessoa deve ter liberdade de escolher sobre sua própria vida, cabe a ela ter a decisão de cessar com a dor e o seu próprio sofrimento e de sua família. Os que são contra este ato, já levam para o lado da religiosidade, onde só Deus é capaz de dar e tirar a vida.


Como vimos, este assunto é bastante controverso, cada um tem sua própria opinião, temos que respeitá-la e não julgá-la. O direito à vida e o término de seu sofrimento só devem ser determinados por quem esteja passando por essa situação.


Vida, dor, sofrimento, morte, até que ponto esta decisão está em nossas mãos?

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas