Ex-prefeito Hugo Canellas fica inelegível por irregularidade nas contas

O processo que deixa Canellas inelegível é o de número 022.830/2006-9, que tem como assunto “o relacionamento da Prefeitura Municipal de Iguaba Grande e a entidade filantrópica Reencontro Obras Sociais e Educacionais

Por Redação JS em 21/06/2016 14h42
Mais um político da Região dos Lagos está inelegível. O ex-prefeito de Iguaba Grande, Hugo Canellas Rodrigues Filho, também integra a lista do Tribunal de Contas da União (TCU) por aplicação irregular de recursos. Além dele, o ex-prefeito de São Pedro da Aldeia, Carlindo Filho – clique aqui para lembrar – também está na relação de inelegíveis, que compreende 6.700 nomes.

Por lei, passam a fazer parte da lista de inelegíveis do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os ex-gestores que tiveram as contas reprovadas ao ser constatado omissão no dever de prestar contas, gestão ilegal, ilegítima ou antieconômica, infração à norma legal de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional ou patrimonial, dano ao erário, desfalque ou desvio de dinheiro público.

O processo que deixa Canellas inelegível é o de número 022.830/2006-9, que tem como assunto “o relacionamento da Prefeitura Municipal de Iguaba Grande e a entidade filantrópica Reencontro Obras Sociais e Educacionais”. O valor dos recursos analisados pelo TCU foi de R$ 715 mil. O processo do ex-prefeito transitou em julgado, ou seja, sem chances de recursos, no dia 28 de março de 2013.





*Matéria Alessandro Teixeira

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Infarto - Editorial JS