Frente fria deve trazer chuva ao Rio de Janeiro nesta semana

Chuva de moderada a forte devem acontecer entre a quarta e a sexta-feira desta semana. No sábado e no domingo, ela deve permanecer, porém mais fraca.

Por Redação JS* em 26/04/2016 09h34

Se você acha que no outono é sempre igual e as folhas caem no quintal, está enganado. No Rio de Janeiro, a estação, até o momento, teve dias de calor com termômetros a quase 40 graus, dignos de um superverão. No mês inteiro, só choveu um dia na cidade. Mas o calor absoluto está com os dias contados. Na noite da próxima quarta-feira, uma frente fria deve chegar, levando a temperatura a se aproximar dos 20ºC.


— A terça-feira ainda vai ser quente, com chances de queda na temperatura na quarta. O dia tem previsão de máxima de 33ºC e mínima de 22ºC, à noite. Chuva de moderada a forte devem acontecer entre a quarta e a sexta-feira desta semana. No sábado e no domingo, ela deve permanecer, porém mais fraca. De forma geral, esta semana deve acumular de 30 a 40ml no índice de pluviosidade. A média de chuva para o mês de abril costuma ser de até 104ml — compara a meteorologista Aline Tochio, do Climatempo.


A cidade do Rio só teve um dia de chuva em abril - o que encerra o mês com o índice de 1ml de pluviosidade na cidade. Mas maio ainda não vai fazer o carioca se despedir do calor.


— Entre quinta-feira e sábado, os cariocas vão ter dias bem mais frios. Na primeira semana de maio deve voltar a fazer calor novamente, mas não há indicação de calor extremo. Como a gente está sob influência do fenômeno El Niño, há um bloqueio atmosférico que deixa a temperatura mais elevada — diz a especialista.


Fã assumida das temperaturas elevadas, a atleta de muay thai do projeto "Luta Pela Paz" Jô Melo, de 28 anos, diz que o tempo frio facilita mais os treinos ao ar livre.


— Ajuda no ganho de ar quando eu corro na areia. O gás para os exercícios aumenta — diz a moradora da comunidade da Maré, em Bonsucesso, que mesmo assim não quer dar adeus ao sol intenso: — Aqui a gente está acostumado ao calorão, né? Ao sol quente, à praia.. O Rio de Janeiro com sol não tem comparação.





*Matéria Extra

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas