Funcionários da Educação fazem vigília na frente da Câmara de Cabo Frio

Professores ficarão até amanhã (12) para a sessão da Câmara

Por Redação JS em 11/05/2016 22h30
Na véspera da sessão da Câmara de Vereadores, que acontecerá nesta quinta-feira às 10 horas, e deve votar a liberação do empréstimo de até 200 milhões para o Executivo Cabofriense, os professores, representados pelo sindicado da classe, o Sepe Lagos, estão fazendo uma vigília na porta da Câmara.



Na terça-feira (10) o empréstimo seria votado em caráter de urgência, após pedido do Prefeito Alair Corrêa, mas após protesto de funcionários que estão com salários e benefícios atrasados, 13 vereadores se ausentaram da Casa e a sessão foi encerrada por falta de Quórum. Apenas os vereadores Adriano Moreno (Rede), Jefferson Vidal (PSC), Aquiles Barreto (SD) e Celso Campista (PDT), permaneceram na Câmara, sendo todos contrários ao empréstimo.


Segundo Denise Teixeira, Diretora de Comunicação do Sepe Lagos: “Há uma grande expectativa em cima da sessão desta quinta-feira (12), que infelizmente, até os veículos de imprensa estão tendo que se credenciar para entrar. Então, o Sepe Lagos decidiu fazer uma vigília na porta da Câmara, para garantir a entrada dos profissionais da educação e nossa participação na sessão que pode comprometer os próximos 20 anos do nosso município. Até porque, é um projeto de lei que chega à Câmara sem a menor justificativa de gasto, colocando como garantia as receitas do município, neste caso, deveriam ao menos fazer uma audiência pública para ouvir a população e ver se concordam ou não com esse empréstimo, que viria no fim do mandato do atual governo. Então, é de suma importância que a categoria se faça presente e consiga participar da sessão de amanhã, por isso a importância da vigília”

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!