Homem morre após aguardar 8 dias por cirurgia

Claúdio Cardoso Machado, de 41 anos, aguardava ser transferido para Itaperuna

Por Jamyne Sant'Anna - Rádio Litoral FM em 19/01/2016 10h43

A Rádio Litoral recebeu na manhã desta terça-feira (19), familiares de Cláudio Cardoso Machado, que faleceu na manhã da segunda-feira (18), após aguardar por oito dias uma transferência na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Unamar. Cláudio, de 41 anos, era pintor, e estava em um pé de jaca, quando uma fruta caiu em sua cabeça. Com o impacto, Cláudio desmaiou e caiu da árvore, onde, segundo médicos, fraturou três vértebras na coluna.


Após o acontecido, o pintor foi encaminhado para a UPA de Unamar, localidade onde morava. De acordo com a família a unidade prestou os primeiros socorros e o primeiro atendimento. Entretanto, a esposa da vítima, Marinalva de Abreu, declarou que não houve empenho por parte da unidade para transferi-lo, mesmo com todos os médicos afirmando que o caso era urgente e a remoção necessária. Durante o período de oito dias em que Cláudio aguardou o atendimento, a família buscou soluções com o Poder Público. A irmã da vítima, Patrícia Cardoso, afirmou que em um primeiro instante a família procurou o Fórum de Rio das Ostras, mas não conseguiu um laudo médico para entrar com uma ação.


No domingo, a família seguiu para o Fórum de Cabo Frio, onde conseguiu uma Guia de Remoção para o Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, mas essa remoção nunca aconteceu. Segundo Marinalva, Cláudio faleceu após receber uma injeção aplicada na veia e outra no abdômen, aplicada por uma enfermeira da unidade. “Ele estava bem, mas depois dessa medicação ele começou a passar mal e acabou falecendo.” – Afirmou.


A Secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio informou através da Assessora, Simone Carvalho, que o caso de Cláudio é o mesmo de vários outros pacientes que aguardam atendimento e acabam falecendo por não haver vagas nos hospitais. “Essas vagas não são do Município, elas são uma responsabilidade do estado.” – Finalizou Simone.


Até o fechamento desta matéria a equipe de reportagem não conseguiu contato com a Secretaria Estadual de Saúde. A família segue aguardando a liberação do corpo pelo IML para realizar o sepultamento.



Foto de Cláudio: Reprodução InterTv

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas