Hospital psiquiátrico de Rio Bonito fecha as portas após ação na Justiça

Hospital Colônia encerrou as atividades na terça-feira (12). Unidade acolhia pessoas com graves distúrbios psicológicos.

Por Redação JS* em 15/04/2016 08h11

O Hospital Colônia de Rio Bonito (RJ) fechou as portas oficialmente na terça-feira (12). O encerramento das atividades ocorreu devido a uma ação civil pública ajuizada pelo MPRJ e pelo MPF em 2011 denunciando má gestão. O hospital é administrado pela Prefeitura, que ainda não se pronunciou.


Em fevereiro de 2016, os últimos 54 internos foram transferidos para seus municípios de origem, onde foram acolhidos e tratados nos serviços no locais, como os CAPS. A unidade acolhia desde dependentes químicos até pessoas com graves distúrbios psicológicos.


Segundo o Ministério Público Estadual, o hospital estava em situação de abandono e má gestão. Em investigação conjunta com o MPF, o MPRJ afirma ter constatado diversas irregularidades como enfermarias em condições precárias, pacientes vagando pelas instalações sem assistência, instalações sujas e precárias.

De acordo com o MPRJ, a ação pretendeu cumprir a Lei 10.216/01, que implantou a reforma psiquiátrica na saúde pública por meio da política antimanicomial criada para acabar com o modelo asilar/carcerário, que violava direitos humanos básicos dos internos.

A política foi substituída pela assistência extra-hospitalar que prioriza o atendimento pelos CAPS comunitários, as residências terapêuticas e a inserção plena do paciente na família.

 

 

 


Foto: Daniel Marenco/Folhapress

*Matéria G1.com

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!