Ilha do Japonês, em Cabo Frio, tem novas placas com orientações de uso

Placas substituem as antigas, e trazem novas regras para o uso sustentável do espaço

Por em 11/01/2018 18h36
A Coordenadoria do Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade iniciou nesta quarta-feira (10) a colocação de novas placas indicativas sobre a utilização sustentável da Ilha do Japonês, em Cabo Frio, e a instalação de mourões para a delimitação dos locais de acesso restrito.

As placas trazem informações e orientações sobre as novas adequações do uso sustentável local, tanto para banhistas quanto para quiosqueiros, e trazem também informações históricas e geográficas.

A colocação do material representa a segunda etapa do Projeto Boca da Barra, que tem como objetivo o ordenamento da utilização da Ilha do Japonês, assim como promover a conscientização dos visitantes acerca das questões ambientais.


O projeto, iniciado no último dia 7, vai promover uma série de atividades voltadas para o turismo ecológico. A próxima atração acontece neste domingo (14), às 10h30: será uma trilha ecológica guiada por agentes ambientais até o Farol da Lajinha. Para participar é preciso fazer inscrição prévia na tenda da Universidade Veiga de Almeida (UVA).

A Coordenadoria do Meio Ambiente orienta que as pessoas utilizem o sistema de táxi boat, com saída do terminal de Transatlânticos, como forma de acesso à Ilha, uma vez que o estacionamento está sendo controlado e tem um número limite de veículos.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política