INEA e Polícia Ambiental interditam lixão e multam Prefeitura de Arraial do Cabo

Após interdição, prefeitura emite nota

Por Redação JS em 28/03/2016 19h28

Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e Polícia Ambiental, numa ação conjunta, interditaram na manhã desta segunda (28), o lixão na Praia Grande em Arraial do Cabo.  Junto com a interdição, a prefeitura recebeu uma multa por despejo irregular dos resíduos. A denúncia foi feita pela Câmara de Vereadores, um dos muitos denunciantes foi o vereador Ayron Freixo (PRB), que também pede a inclusão sócio econômica dos catadores, pela lei 12305/10. O lixão fica no Parque Estadual da Costa do Sol.

Após interdição, prefeitura emitiu nota, segue na íntegra:


"A Prefeitura de Arraial do Cabo reconhece que neste momento existe um problema de acúmulo de lixo na área de destino, devido ao rompimento de contrato pelo proprietário da carreta que operava no transbordo do lixo. Porém, um processo licitatório está sendo realizado para contratar outra empresa e normalizar o serviço o quanto antes. O lixo ali despejado é para atender a Cooperativa de Catadores, que faz a seleção do material e o encaminha para a Usina de Reciclagem. O material que não é aproveitado é devidamente levado para o Aterro Sanitário Dois Arcos, em São Pedro da Aldeia. A Cooperativa de Catadores atende a cerca de 50 famílias e todo o lucro da reciclagem é revertido para as mesmas. Importante ressaltar que em Janeiro deste ano, o local foi vistoriado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e nenhuma irregularidade foi constatada. "

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa