Macaé Basquete faz torneio para alunos do Basquete na Praça

Projeto oferece aulas gratuitas para crianças e jovens entre 8 e 16 anos, em seis praças de Macaé

Por Ascom Macaé em 07/12/2015 09h36
A Associação Macaé de Basquete realizou na tarde desta sexta-feira (4), no Tênis Clube (Juquinha), a segunda edição do Torneio das Praças. Os participantes foram os alunos das escolinhas do 'Basquete na Praça', um dos projetos mais importantes da AMB.

A criançada participou de uma competição e os técnicos das equipes foram os próprios jogadores profissionais. Nomes conhecidos como o ala Márcio Dornelles, o ala/pivô Anderson Mosso, e os armadores Pedrinho Rava e Caleb Brown, como todo o restante do time, se divertiram com a garotada durante toda a tarde.

"É bom ver a molecada gostando de esporte, e gostando de basquete. O basquete transformou a minha vida e a vida de muitas pessoas. Talvez possa mudar a vida de alguns deles aqui. Acho importante esse evento. É uma integração legal. Eles se espelham em nós e isso é bom", disse Márcio Dornelles.

Jovens entre 8 e 16 anos, que fazem aulas gratuitas em seis praças do município (Barra, Aeroporto, Lagomar, Jardim Santo Antônio, Visconde e Washington Luiz), disputaram uma competição de confraternização para encerrar as atividades da temporada.

O projeto, que iniciou em 2014 com três unidades, foi ampliado este ano chegando a seis polos, aumentando o número de alunos também. O técnico do time profissional do Macaé Basquete, Léo Costa, comemorou a festividade e contou que a tendência é que aumente o número de horários para que outros jovens possam também ser contemplados.

"O projeto vem crescendo e a ideia é que na próxima temporada sejam abertas turmas também na parte da manhã. Há ainda uma possibilidade de outras praças receberem as aulas. É um projeto muito bonito e que está dando certo", contou Léo Costa.

O presidente da Fundação de Esporte(Fesporte), Thales Coutinho, também prestigiou o evento. Ele participou da abertura e conversou com a garotada. O secretário reiterou a importância do projeto para a cidade e destacou o lado social implantado pela Associação Macaé de Basquete.

"É gratificante ser parceiro de um projeto como o do basquete. Sabemos da seriedade das pessoas que estão neste projeto. Nós, que somos apaixonados por esporte, nos sentimos lisonjeados de estarmos caminhando juntos. O basquete não é só o alto rendimento, tem um trabalho com as crianças do município, tem o projeto de basquete cadeirante, que é interessantíssimo. Sabemos do valor de uma criança estar aqui em uma ação com os jogadores, e toda essa integração", afirmou Thales Coutinho.

Com o recesso escolar, as aulas nas praças entram de férias e retornam em fevereiro. Outras informações sobre o retorno das aulas e do projeto podem ser adquiridas no facebook oficial do Macaé Basquete (facebook.com/basquetemacae ) ou pelo telefone (22) 99890-9892.

A Associação Macaé de Basquete (AMB) tem os patrocínios da Prefeitura Municipal de Macaé através da Fesporte, da SIT e da Autoviação 1001. Além disso, tem apoio da Universidade Estácio de Sá e da academia BioFitness.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada