Maio Amarelo

Por Vilma Matos em 04/05/2016 10h53

Já conhecemos movimentos como o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, os quais, respectivamente, tratam dos temas câncer de mama e próstata. Agora vamos conhecer o “Maio Amarelo”. A marca que simboliza o movimento é o laço na cor amarela.


O movimento “Maio Amarelo” nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.


O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, estimulando atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Todo o ano, o Brasil gasta mais de 52 bilhões de reais com acidentes de trânsito. O absurdo desse valor leva a outra triste realidade: mesmo com todo dinheiro gasto, nunca teremos de volta a vida daqueles que se foram em acidentes viários.


O número de mortes no trânsito no Brasil tem ultrapassado até mesmo as mortes causadas por câncer no país, aproximadamente 23 por 100 mil habitantes. Até o fim deste ano, o governo pretende reduzir o número para 11 mortes por 100 mil habitantes. Precisamos com urgência conscientizar a todos a importância da segurança no trânsito.


O Maio Amarelo espera a participação e envolvimento de todos comprometidos com o bem-estar social, educação e segurança. Que todos comecem a fazer com que o mês de maio seja o início da mudança e fazer do Amarelo, a cor da “atenção pela vida.”

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada