Marinha diz que localizador de caça que sumiu após acidente não emitiu sinais

Buscas se concentram na costa de Saquarema há uma semana.

Por Redação JS em 02/08/2016 12h48

Nesta terça-feira (2), a Marinha do Brasil revelou que a aeronave que desapareceu após um acidente durante um treinamento na costa de Saquarema, há uma semana, não possuía GPS.


De acordo com a Marinha, o caça AF-1 Skyhawk tinha dois dispositivos Personal Locator Beacon (PLB), espécie de localizador para o piloto, mas "até o presente momento, não foi detectado qualquer sinal proveniente desses equipamentos". Os equipamentos estavam instalados no colete e no assento ejetável. O primeiro funciona por acionamento manual, enquanto o do assento tem acionamento automático durante a ejeção.


O órgão também afirma que a aeronave era vista nos radares do mapa aéreo brasileiro e sumiu no ponto da queda, em Saquarema. Nenhum vestígio ou destroço da aeronave foi encontrado até o momento, também não há avanços na investigação sobre as causas que levaram ao choque das aeronaves.


As buscas pelo piloto seguem, com o apoio do Corpo de Bombeiros.


Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!