Marquinho Mendes consegue liminar e suspende julgamento de contas na Câmara

O fato aconteceu na manhã desta quinta-feira (18), quando a Câmara julgaria as contas do ex-prefeito de Cabo Frio

Por Redação JS em 18/08/2016 11h13

  1. Na manhã desta quinta-feira (18), seriam votadas as contas do ex-prefeito e pré-candidato Marquinho Mendes (2012), incluindo as de 2012, contas que foram reprovadas pelo Tribunal de contas do Estado (TCE). Porém, antes de começar a sessão, um oficial de justiça entregou uma liminar que veta a votação na Casa Legislativa. Na liminar, a alegação da conta que as contas foram judicializadas e não devem ser julgadas pela câmara até que o processo passe na justiça.


  1. A sessão então foi suspensa por 2 horas, até que os vereadores, que estão em reunião na sala da presidência, decidam o que fazer. Na pauta, estão os pareceres da Comissão de Finanças dos exercícios de 2008, 2009, 2011, 2012, 2013 e 2014.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano