Mazinho quer levar para Arraial do Cabo tudo que aprendeu em dez anos de trabalho em Brasília

Candidato a prefeitura do município, Mazinho do Pros fala sobre seu Plano de Governo

Por Redação JS em 15/09/2016 10h21

O Portal JS e a Rádio Litoral FM realizaram mais uma entrevista na manhã desta quinta-feira, dia 15, com um candidato a prefeitura da região. Dessa vez o entrevistado foi o candidato a prefeito de Arraial do Cabo, Mazinho (PROS). Confira:

 

Portal JS: Porque se candidatar a Prefeitura de Arraial do Cabo?

M – Eu, há dez anos, tive a oportunidade de ir a Brasília a convite do deputado Bernardo Ariston. Formei em Gestão Pública, tenho trabalhado na elaboração das Leis Orçamentárias, pensando em Políticas Públicas tenho ajudado bastante os municípios, implementando projetos que realmente tem feito diferença no cotidiano da vida dessas pessoas. Então, quero usar um pouco dessa experiência adquirida em Brasília para implantarmos um novo projeto de gestão pública em Arraial do Cabo.

 

Portal JS: O cenário político hoje de Arraial do Cabo é muito complicado. Qual seria o seu primeiro ato se eleito?

M – Arraial do Cabo vive um momento em que duas coisas vêm me chamado muita atenção: Educação e Transparência. Então, a primeira coisa que eu penso é fazer um levantamento de todas as contas, prestar conta para a população sobre os recursos que estão sendo arrecadados. Fazer um grande diagnóstico de como estão as contas públicas.

 

Portal JS: O que você pensa para a Educação?

M – Infelizmente Arraial do Cabo vive um cenário um pouco complicado.   Saiu um dado agora de que Arraial está em último lugar no índice de desenvolvimento de educação básica, isso é muito preocupante. O futuro da sociedade é Educação. Temos que valorizar o professor para dar uma Educação de qualidade. Penso na pré-escola e ensino fundamental, criar uma escola modelo, de tempo integral.  Precisamos rever o Plano de Cargos e Salários, então, tem muita coisa para fazer.

 

Portal JS: Não há como falar em Arraial do Cabo sem falar em Meio Ambiente, qual sua proposta para área?

M – A cidade é uma grande reserva ambiental. Tudo que pensar para Arraial do Cabo tem que ser analisado o menor impacto, de forma sustentável. Penso que todas as obras e as que estão em andamento têm que ser pensada de uma forma sustentável, implementando energias alternativas, fomentar a utilização de painéis solares. Tem também a questão do lixo, a cidade tem um problema grande com isso. É uma cidade pequena, não precisava estar passando por isso. Tenho visto em vários municípios que o lixo é dinheiro, a população pode estar ajudando com a coleta seletiva. Arraial precisa implantar uma política sustentável quanto à questão do lixo.

 

Portal JS: Turismo?

M – A grande fonte de Arraial do Cabo é o Turismo, então precisamos criar um ambiente que atraia as empresas. Arraial precisa trazer mais hotéis, resort, centro de convenção. Penso num parque com um grande complexo esportivo, que possa atrair eventos na cidade, para estimular mais o comércio local. Precisamos criar um ambiente de negócio.

 

Portal JS: Qual o seu Plano de Governo para a Saúde?

M – Há mais ou menos 15 dias eu consegui, com o deputado Washington Reis, um recurso para o hospital de R$ 480 mil para melhorarmos a acessibilidade com rampas, já que está com o elevador parado. Estamos tentando concertar esse elevador. Arraial do Cabo só tem seis equipes de Saúde da Família e um hospital, então temos que aumentar esse efetivo das equipes, já que pode ter o dobro. É importante para diminuir as filas.  Precisamos melhorar a articulação com o Governo Federal para trazer mais recursos. Penso em implementar um posto 24 horas nos distritos, é uma reclamação que tenho ouvido, é uma realidade que precisamos olhar com muito carinho.  Saúde não é só construir postos de saúde, é lazer, esporte, felicidade. Saúde é prevenção também. Pensamos em academias ao ar livre para dar mais qualidade de vida aos moradores.

 

Portal JS: E a Pesca?

M – Precisamos unir mais os pescadores junto à prefeitura. Ouvir as reais necessidades. Já tenho pré-aprovado um píer flutuante para separar a pesca do passeio de barco.

 

Portal JS: Quer fazer as considerações finais?

M – Penso, realmente, em trazer toda essa experiência que eu tenho em Brasília junto aos Ministérios, junto à elaboração de política pública, para construímos um cenário em que a população esteja satisfeita com o que esteja acontecendo. Para a população se sentir segura com a administração.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano