Mortes de policiais no Rio de Janeiro

Por Vilma Matos em 16/07/2016 20h23

No Rio de Janeiro, a cada ano que passa, mais policiais são assassinados. Até hoje, já são 60 policiais mortos (não posso garantir que quando eu postar esta matéria este número já não tenha aumentado). A violência no Rio está sem controle, e os policias que estão tentando combater esta criminalidade estão se tornando alvos vivos diante dos criminosos.


Há um crescimento de 78% no número de mortos em ações policias, aumento de 47 para 84 vítimas fatais entre os meses de fevereiro e maio deste ano. Este dado de mortalidade é alarmante e algo precisa ser feito para que não haja um crescimento maior.


Infelizmente, muitas críticas são feitas aos policiais, mas não se pode generalizar. O bom policial está na rua para garantir nossa segurança, colocando a vida dele em risco e a compaixão por estas mortes devem ser a mesma. Estes policiais deixam seus filhos, esposas e pais em casa não sabendo se quer se vão voltar para eles.  Nós devemos sim, valorizar estes profissionais, pois eles são seres humanos defendendo nossos direitos expondo suas próprias vidas, agradecendo a Deus por voltarem vivos para casa.


As autoridades competentes precisam de um plano imediato para combater esta violência contra o policial. Se nem a polícia que anda armada está segura, quem dirá a população. Uma viatura, uma farda, não intimida mais o bandido, pelo contrário torna-os alvos.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa