O espírito da 10 de Zico

Por Ricardo Sanchez em 13/03/2017 08h02

A história corria e alcançava até os menores povoados da argentina.

Um dia, calhou de ser contada em Luján de Cuyo, cidadezinha miúda do interior da terra da prata. Ao pôr Sebastián pra dormir, nenhum versinho de criança veio à cabeça e o pai trouxe à baila os feitiços de Zico.


"Tienes que verlo jugar. Es como Maradona, pero con más ternura en el trato con el balón."


E o guri, ainda acordado, começou a sonhar. Queria ver o Galinho em cancha, espiar pelo portão do Maracanã aquela camisa 10, toda listrada de vermelho e preto, batendo uma falta – uma faltinha só, que fosse. Queria ver o alfaiate da bola, como dizia o velho.


O tempo passa, o menino cresce. Vem o juízo, a idade, os planos, os problemas, mas a história segue presa ao ombro dele como um corvo teimoso.


Vira goleiro. E dos bons. Vai para o San Lorenzo. Joga a fina bossa, opera milagres, ergue a taça da Libertadores da América. Certo dia, vai ao Maracanã – “el templo sagrado del fútbol, mi hijo” – num compromisso profissional.


Há tempos que Zico não joga mais. Mas o guri, o homem, segue maravilhado. Ainda quer ver aquela camisa 10 rubro-negra.


O jogo corre e um avante do Flamengo é derrubado na boca da área do San Lorenzo. Bem ali, onde Zico escrevia suas fábulas.


A barreira toda se forma e Sebastián Torrico, o gurizinho de Mendoza, 5 ou 6 aninhos de idade, esquece do mundo e da vida. Sai de trás da barreira que ele próprio montou e espia. Abandona o posto para virar espectador. E assiste, tal qual um geraldino do velho Maracanã, Diego, o dono da 10, tocar a bola para dentro do gol vazio. O couro roendo o véu da noiva, o magnética estourando numa festa estupenda.


O corpinho do menino chacoalha inteiro. Nem medo, nem susto: era o vulto do Zico passando enquanto ele, maravilhado, assistia a tudo.


Créditos: Facebook Velho Cronista

________________________________________________________


CEAN, tradição no ensino de nossa Região. Educação infantil, fundamental e médio. Pelo CEAN passam os melhores alunos.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa